A Coordenação do Projeto Rondon e os professores Rondonistas estiveram em Montes Claros (MG), no período de 17 a 23 de outubro, para realizar a Viagem Precursora da Operação Rondon da Gerais, prevista para iniciar em janeiro de 2022. Cerca de 250 estudantes e professores universitários trocarão o período de férias escolares pela chance de realizar, de forma voluntária, ações que contribuam para o desenvolvimento sustentável e o bem-estar das comunidades. Os participantes foram recebidos no 55º Batalhão de Infantaria do Exército, Organização Militar que irá apoiar a Operação no município.

Após receberem as orientações, o grupo seguiu para os municípios onde participaram de reuniões de planejamento com prefeitos, secretários municipais e lideranças locais. O objetivo dos encontros é nortear as propostas de trabalho, de maneira a atender as reais necessidades dos municípios.

Para atuar na comunicação, foi firmada parceria com o Centro Universitário de Cascavel – Univel. Denominada Conjunto “C” – Comunicação Social, a equipe contará com dois professores dos cursos de Comunicação Social e 10 estudantes da área, que serão responsáveis pela cobertura jornalística e produção de conteúdo. As atividades têm por objetivo dar visibilidade às ações sociais realizadas pelos Rondonistas junto às comunidades e ao Projeto Rondon, como vetor de fortalecimento da Soberania Nacional.

 

Operação Rondon das Gerais

A Operação Rondon das Gerais atenderá 12 (doze) municípios e terá como centro regional a cidade de Montes Claros. São eles Botumirim, Campo Azul, Cristália, Engenheiro Navarro, Grão Mogol, Ibiaí, Ibiracatu, Josenópolis, Olhos D’água, Ponto Chique, Ubaí e Varzelândia. Participam da ação universidades públicas e privadas dos estados do ES, SP, PR, MG, MT, MS, RJ, RS e SE.

A iniciativa envolve o Ministério da Defesa, por meio da Coordenação-Geral do Projeto Rondon, o governo de Minas Gerais, a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS) e o 55º Batalhão de Infantaria do Exército.

O projeto Rondon iniciou as atividades em Minas Gerais em 2006, com a Operação Minas Gerais. Desde então já ocorreram mais cinco operações: Centenário da Comissão Rondon (2007); Norte de Minas – Salinas e Norte de Minas – Montes Claros (2008); Verão (2009) e Catopê (2014).

 

Ações multiplicadoras

O Projeto Rondon é uma ação interministerial de cunho político e estratégico do Governo Federal. Coordenada pelo Ministério da Defesa, tem o propósito de contribuir com o desenvolvimento da cidadania, empregando soluções sustentáveis para a inclusão social, a redução de desigualdades regionais e o fortalecimento da Soberania Nacional. Consolidando-se como instrumento eficaz na promoção do desenvolvimento sustentável e na capacitação da população dos municípios atendidos. Nos últimos 16 anos, o Projeto Rondon realizou 85 operações, em 1.249 municípios, de 24 unidades da federação. Nessas operações, contou com 2.371 participações de instituições de ensino superior e 23.653 Rondonistas (universitários e professores), capacitando mais de 2 milhões de pessoas em todo o Brasil.

Parceria
Além do Ministério da Defesa, contribuem para o Projeto os seguintes ministérios: Agricultura, Pecuária e Abastecimento; Educação; Cidadania; Saúde; Meio Ambiente; Desenvolvimento Regional; e Secretaria de Governo da Presidência da República.

Nesta quinta-feira (4), aconteceu no auditório do Centro Universitário de Cascavel – Univel o Seminário da UNDIME – PR (União dos Dirigentes Municipais de Educação do Paraná), com o tema “Políticas Públicas e os Desafios da Gestão Municipal”, com o objetivo de debater e refletir sobre a atuação dos dirigentes no setor da educação em seus municípios. Estiveram presentes no evento, o Reitor da Univel, Renato Silva, o Prefeito Municipal de Cascavel, Leonaldo Paranhos, a presidente da UNDIME-PR, Marcia Baldini, dentre outras autoridades.

 

 

A Dra. Caroline Buosi Velasco foi convidada para realizar uma palestra no 1º Fórum Banco da Mulher que trouxe o tema “O Poder da Realização”.  Caroline falou sobre os desafios do empreendedorismo feminino. Na oportunidade também estava o Reitor da Univel, Renato Silva. O evento trouxe histórias de mulheres inspiradoras que fizeram a diferença empreendendo, assim como a estrategista de talentos humanos, Fernanda Lemes e a empresária Dora Marchioro.