Buenos Aires – Técnico interino da seleção argentina até o fim deste ano, Lionel Scaloni apresentou, ontem, a lista de convocação com 31 jogadores para os amistosos contra Iraque e Brasil, em outubro.

Como esperado, o meio-campista Lionel Messi está ausente. O próprio treinador já havia confirmado que deixaria o jogador do Barcelona fora da convocação, alegando que quer aproveitar os jogos restantes de 2018 para fazer testes até a chegada de um técnico definitivo para a seleção. Ficará para seu sucessor, então, a definição sobre o futuro de Messi.

Por outro lado, Scaloni optou pela volta do zagueiro Nicolás Otamendi, do Manchester City, que ficou ausente da primeira lista pós-Copa do Mundo de 2018 para os amistosos de setembro contra Colômbia e Guatemala. Outros nomes de peso, como Aguero e Di Maria, seguem ausentes.

O zagueiro Walter Kannemann, do Grêmio, também foi convocado. Ele, que já presente na última convocação, deve assim desfalcar o clube gaúcho contra o Palmeiras, no dia 14 de outubro, pela Série A do Campeonato Brasileiro. O atacante Everton, chamado por Tite, também será desfalque gremista.

Chama a atenção na lista as presenças dos estreantes Rodrigo De Paul (Udinese), Juan Foyth (Tottenham) e Roberto Pereyra (Watford). Paulo Dybala e Mauro Icardi, estrelas de Juventus e Inter de Milão que tiveram poucas oportunidades no último ciclo, também estão convocados.

A Argentina vai enfrentar o Iraque no dia 11 de outubro e o Brasil no dia 16 do mesmo mês. Ambas as partidas serão disputadas na Arábia Saudita.