A cidade de Foz do Iguaçu será sede da primeira edição das Sapientia Tríplice Fronteira (www.olimpiadadofuturo.com.br), evento promovido pelo Instituto Vertere e que reúne jovens com o objetivo de agir para transformar o mundo em um lugar mais livre, justo e solidário. Uma das modalidades reúne alunos de escolas públicas do 9º ano do Ensino Fundamental II, do 4º ano de cursos técnicos de redes de ensino do Brasil, Argentina e Paraguai. As inscrições dos participantes devem ser feitas até o dia 25 de novembro.

Conforme Gustavo Wigman, do Instituto Vertere, essa é a primeira olimpíada que busca a participação de estudantes do ensino público de tríplice nações que fazem fronteira. As ideias propostas pelos alunos são avaliadas na busca das soluções para cidades 4.0, com foco na inovação e tecnologia, e envolvendo problemas crônicos dos municípios.

Um júri composto por especialistas do mercado financeiro, educadores, empresários, designers e jornalistas avaliará os projetos que mais apresentam possibilidade de evolução prática.

INSTITUTO VERTERE

Criado em 2016, o Instituto Vertere é uma entidade jurídica sem fins lucrativos, que tem por objetivo promover e democratizar o acesso às olimpíadas do conhecimento no Brasil e nos demais países com os quais mantém parcerias. A entidade aposta no poder transformador das olimpíadas mostrando para escolas, governos e patrocinadores que são uma forma barata e eficiente de democratizar o ensino de qualidade e desenvolver o potencial de alunos e professores. O Instituto está envolvido na criação, desenvolvimento e execução das principais provas olímpicas do Brasil, incluindo Astronomia, Física, Biologia, Informática, Geografia, Economia, Linguística, Neurociências e Medicina.

(Assessoria)