A Secretaria de Saúde de Foz do Iguaçu inicia nesta quarta-feira (09) mais uma etapa da Campanha de Vacinação contra a Influenza (Gripe H1N1). Nesta terceira fase serão vacinados os seguintes grupos: pessoas com comorbidades, com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento e forças armadas.

A vacinação seguirá até o dia 9 de julho e a orientação é agendar o recebimento da dose através do site: http://vacinacao.pmfi.pr.gov.br/. Nesta quinta (10) não haverá atendimento nas unidades básicas de saúde devido ao aniversário do município. Pessoas que se vacinaram contra a Covid devem aguardar 15 dias para tomar a vacina contra a Influenza, conforme orientação do Ministério da Saúde.

A vacinação dos caminhoneiros será ofertada em parceria com o SEST/SENAT, em data a ser definida pela Secretaria de Saúde. Nesta etapa também serão vacinados os funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade e adolescentes em medidas socioeducativas. Esta população será vacinada nas próprias unidades prisionais.

Baixa cobertura

Os grupos da primeira e segunda fase continuam sendo vacinados nas unidades de saúde. São eles: pessoas acima de 60 anos, professores da rede pública e privada de ensino, crianças de seis meses a menores de seis anos, trabalhadores da saúde, gestantes e puérperas (mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias). A expectativa é alcançar 90% de imunização nestes grupos, mas a cobertura média até agora é de 50%.

“A gripe é uma doença que pode evoluir rapidamente nestes grupos prioritários, por isso é importante buscar as unidades de saúde e garantir a imunização. Os pais devem levar as crianças para manter a vacinação em dia, ainda mais num momento de pandemia como vivemos”, comentou a secretária de saúde, Rosa Maria Jerônymo.

A Campanha de Vacinação contra a influenza começou no dia 05 de maio e deve terminar no dia 9 de julho. A estimativa do Ministério da Saúde é de que pelo menos 4,4 milhões de pessoas sejam vacinadas no Paraná durante toda a campanha.