COTIDIANO

Paraná fecha 42 mil postos de trabalho em cinco meses

22 de junho de 2015 às 10:12
Publicidade

Curitiba – Dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho e Emprego, para os primeiros cinco meses deste ano, apontaram uma queda de 42.389 postos de trabalho no Paraná, se comparado a igual período de 2014. O número equivale a uma redução de 65% na geração de empregos formais.

Em todo o Estado, foram admitidas 635.144 pessoas ante 612.421 demissões, fechando com um saldo de 22.723 no acumulado deste ano. No ano anterior, os resultados eram um pouco melhores nos primeiros cinco meses, com 729.797 contratações e 664.685 desligamentos. Somente em maio, a retração foi de 32%, com 115.320 admissões, contra 108.892 no quinto mês de 2014. As demissões ultrapassaram a casa dos 110 mil.

O que menos empregou no Paraná foi a indústria da transformação, com 27.880 baixas, número que deixou o setor no vermelho, com uma retração de 2.845 postos de trabalho.

Região Oeste tem queda

A retração de empregos formais atingiu números expressivos na região Oeste do Estado. Comparativamente aos primeiros cinco meses do ano passado, 2015 fechou com uma queda de 60,2% na geração de emprego.

Isso equivale ao fechamento de 3.179 postos de trabalho entre os municípios de Cascavel, Foz do Iguaçu, Medianeira, Marechal Cândido Rondon, Toledo, Guaíra e Assis Chateaubriand.

O saldo para maio deste ano, apesar de ser positivo (4.518), é baixo se analisar os dados de 2014 do mesmo período: 7.967 vagas mantidas entre oito setores avaliados pelo Caged.

(Com informações de Marina Kessler)

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE