Toledo – As obras da nova sede do Procon (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor) de Toledo estão paralisadas por conta de atrasos no cronograma de execução. Os trabalhos estavam sendo feitos desde o mês de janeiro de 2017 e a previsão de entrega da obra era para o fim de 2017, mas até agora apenas 60% dos serviços previstos em contrato foram concluídos.

O atual prédio do Procon de Toledo fica na Rua Estilac Leal, no Centro. A nova sede funcionará no Centro Administrativo Deputado Moacir Micheletto.

A empresa responsável pelas obras já foi informada que o contrato de prestação de serviço será rescindido, após passar por análises de uma Comissão Permanente Recursal de Julgamento de Penalidades.

Segundo o secretário de Administração, Moacir Neodi Vanzo, após análises dos procedimentos e do andamento da obra foi decidido rescindir o contrato com a empresa responsável pela execução da mesma. “Após as primeiras denúncias e o grande atraso nas obras nós passamos a fiscalização para comissão. Depois da avaliação, a alternativa encontrada foi à rescisão do contrato e início de um novo processo licitatório”, destacou Vanzo.

De acordo com o cronograma, até o momento 60% das obras foram concluídas. O novo processo licitatório deve ter início a partir da próxima semana, com previsão de conclusão para o final do mês de julho. Com a paralisação algumas novas demandas, como a construção de um muro e um portão na parte frontal do prédio e algumas intervenções internas devem ser incluídas no projeto.

Como no decorrer das obras terão início a parte de acabamento, que demanda um tempo maior de execução, a expectativa da Administração é de que a nova sede do Procon de Toledo seja entregue entre 150 e 200 dias após o fim do processo licitatório.

O valor investido na construção do prédio é de aproximadamente R$ 1,5 milhão. Esse recurso vem de um fundo próprio do Procon.