TENNIS-KVITOVA_-GTE324SQK.1.jpg

Três dias depois de ter sido esfaqueada por um assaltante que tentou invadir a sua casa em Prostejov, na República Tcheca, a tenista Petra Kvitova recebeu alta do hospital. Com a mão enfaixada, Kvitova disse que o melhor presente de Natal foi ter conseguir fazer alguns movimentos da mão esquerda.

– Ontem (quinta) de manhã, durante uma visita do médico, eu pude mexer meus dedos. Foi o melhor presente de Natal que eu poderia desejar. Agora estou ansiosa para passar o tempo com a minha família e gostaria de pedir privacidade e paz uma vez que começo uma jornada para voltar às quadras – disse a tenista.

Número 11 do mundo, Kvitova sofreu lesões nos tendões e machucou os cinco dedos e dois nervos da mão esquerda. Ela passou por uma cirurgia e deve ficar seis meses afastada do tênis.

O responsável pelo crime fugiu levando cerca de R$ 654 da casa da tenista. Ele continua sendo procurado pela polícia da República Tcheca.