2016_885186933-201602021418458668_AP.jpg_20160202.jpg

Neymar tem uma preocupação a menos em suas batalhas nos tribunais. O juiz José de La Mata decidiu, nesta sexta-feira, arquivar o caso que tinha com alvos o atacante brasileiro e seu pai, Neymar da Silva Santos, por supostas irregularidades na transferência do craque do Santos para o Barcelona, em 2013.

Além de Neymar e o pai, o caso investigava a atuação do ex-presidente do Barcelona, Sandro Rosell, e de Josep Maria Bartomeu, vice em 2013 e atual mandatário do clube catalão. A investigação partiu de uma queixa-crime colocada pelo grupo de investimentos DIS, que detinha uma fatia dos direitos econômicos de Neymar.

O grupo DIS acusava os representantes de Neymar e o Barcelona de terem maquiado os valores da transferência do Santos para o clube catalão, em 2013. Como tinha direito a um percentual da negociação, o DIS alegava ter recebido uma quantia inferior à que deveria ganhar, caso o valor total da transferência não tivesse sido fragmentado em contratos paralelos feitos pelo Barcelona com empresas administradas pelo pai de Neymar.

Mais informações em instantes.