Governo Ratinho

Eleito há menos de uma semana, Jair Bolsonaro já está com seu governo praticamente montado. Enquanto isso, no Paraná, com quase um mês de definição do futuro governador, as coisas andam bem mais lentas. Pouco se sabe ainda da composição do Governo Ratinho. A colunista Ruth Bolognese, por exemplo, especula os nomes de Paulo Rabello de Castro e Daniel Slaviero como possíveis secretários. O economista Rabello era vice na chapa de Alvaro Dias à Presidência. Ele seria o secretário da Fazenda. Já Slaviero já presidiu a Abert (Associação Brasileira de Empresas de Telecomunicações), hoje comanda uma diretoria do SBT em Brasília, e é neto do ex-governador Paulo Pimentel. Ainda não se sabe que cargo teria.

Caixa alheio

Inclusive, o governador eleito Ratinho teria avisado aos deputados mais próximos que quer rediscutir a quantia de dinheiro destinada ao Legislativo e ao Judiciário no Estado. Segundo ele, isso terá de ser feito sem confronto e sem pressa, mas não pode ser evitado. As informações são de Rogério Galindo.

Pode isso?

Na conversa, Ratinho não disse como pretende fazer isso, mas o orçamento de Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa, Ministério Público, Defensoria Pública e Tribunal de Contas é definido constitucionalmente. Por outro lado, desde 2010 essa conta sobe demais.

“Ilhas”

Durante o segundo mandato de Beto Richa (PSDB), quando as finanças estavam em ruínas, o então secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, dizia que o Estado tinha “ilhas de prosperidade”, enquanto o Executivo “contava os centavos” para poder pagar os salários mensalmente.

Gestores municipais

A AMP (Associação dos Municípios do Paraná) vai reunir prefeitos, secretários municipais, autoridades do governo do Estado, deputados e senadores no Encontro Paranaense de Gestores Municipais. O encontro será dias 6 e 7 de dezembro em Foz do Iguaçu. A governadora Cida Borghetti confirmou presença na abertura do evento, no qual também vai fazer um balanço da sua gestão.

Temas relevantes

O encontro tratará de temas relevantes da agenda municipalista, como o Pacto Global da ONU e o Futuro dos Municípios, Improbidade Administrativa, Terceirizações na Saúde, Desoneração dos Servidores da Folha de Pagamento dos Programas Federais, Recomendações de Final de Exercício dos Governos Municipais, Temas urgentes da Pauta Municipalista para 2019, Parcerias Público-Privadas (PPPs), O novo financiamento público da Educação e Captação de Recursos e Prestação de Contas.

Reforma tributária

É paranaense um dos coordenadores dos encontros de líderes para discutir a reforma tributária no Brasil. Trata-se do advogado Leonardo Sperd de Paola, presidente do IPFT (Instituto de Política Fiscal e Reforma Tributária) e vice-presidente da ACP (Associação Comercial do Paraná).

Eleitos

Durante reunião do Conselho de Tributação da ACP realizada esta semana, foi proposta a retomada dos debates com sobre o tema, agora com os parlamentares recém-eleitos para a Câmara Federal e Assembleia Legislativa do Paraná. “Muitos desses deputados desconhecem o tema e, por isso, é nossa missão orientá-los para que saibam como conduzir a reforma nas duas casas”, diz Leonardo.

***Vencido pela liminar da Justiça, o prefeito Leonaldo Paranhos decidiu liberar geral no dia 14 de novembro. ***Assim, quem quiser abrir as portas no feriado municipal agora pode, desde que respeite os direitos trabalhistas.