Governo quer Força-Tarefa Pró-Amazônia

A iniciativa é uma resposta do governo para as críticas que vem sofrendo de ambientalistas

Barsília – O governo decidiu criar uma Força-Tarefa Pró-Amazônia para elaborar propostas que protejam o meio ambiente da região, mas também possam garantir seu desenvolvimento e crescimento econômico. A iniciativa é uma resposta do governo para as críticas que vem sofrendo de ambientalistas e também do exterior contra a política adotada para proteger a Amazônia.

Um dos primeiros movimentos do governo nesse sentido foi o de convencer o senador Márcio Bittar (MDB-AC) a desistir do projeto que tinha apresentado com o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e que acabava com a obrigatoriedade de existência de área de reserva legal dentro das propriedades rurais. Em troca, Bittar terá papel importante na discussão dos projetos do governo para a região.

“Hoje, durante a reunião preparatória para a criação da Força-Tarefa Pró-Amazônia, em que vai se discutir, entre outros assuntos, o zoneamento econômico-ecológico, o pagamento por serviços ambientais, monitoramento, regularização fundiária, planos de manejo, enfim todas as atividades que vão dar dinamismo econômico para a floresta, o senador Márcio Bittar concordou em retirar o projeto que altera a reserva legal, de sua autoria e do senador Flávio Bolsonaro. O presidente Jair Bolsonaro pediu para agradecer ao senador, que vai participar ativamente deste grupo que vai traçar políticas públicas importantes para toda a região”, disse o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.



Fale com a Redação

quatro + 1 =