URGENTE: Juíza extingue cumprimento de sentença e mantém médicos no HU

A execução da sentença implicava na saída de 70% do corpo clínico do hospital   Leia Mais

Em despacho datado de 13 de agosto, a juíza Ingrid Muzel Castellano Ayres Barreiros, da Vara do Trabalho de Cascavel, declarou extinta a execução da sentença que obrigava o HU (Hospital Universitário) de Cascavel a encerrar os contratos com todos os médicos terceirizados, o que implicava na saída de 70% do corpo clínico do hospital.

Ela decidiu com base em recurso interposto pela Unioeste, que administra o hospital, na qual relata a dificuldade em contratar profissionais via concurso público já que é uma prerrogativa do governo do Estado e do risco iminente aos pacientes, já que a partir de hoje a direção clínica iniciaria o processo de “desospitalização” dos pacientes, devido à falta de médicos a partir do dia 26, quando terminam os contratos.

Com a decisão, a situação no HU de Cascavel não deve ter alteração e os contratos devem ser renovados.

Leia a decisão na íntegra. 



Fale com a Redação

14 − 6 =