HU anuncia pagamento a médicos, mas cirurgias eletivas ainda são dúvida

A Unioeste garantir que não houve prejuízo aos atendimentos

 Cascavel – A Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná) anunciou nessa sexta-feira (2) que já tem o recurso para fazer o pagamento do salário referente ao mês de maio aos 130 médicos terceirizados que atuam no HU (Hospital Universitário) de Cascavel. Mas até o dinheiro chegar efetivamente chegar ao bolso dos profissionais ainda são necessários alguns trâmites burocráticos, e, por isso, esse processo deve ser finalizado apenas no início da próxima semana.

Apesar de a Unioeste garantir que não houve prejuízo aos atendimentos, a realidade parece outra.

Questionada pela reportagem do Jornal O Paraná, a assessoria de comunicação do HU informou que as cirurgias eletivas nem chegaram a ser suspensas e que os procedimentos estão sendo realizados normalmente.

Contudo, funcionários do hospital afirmaram que as cirurgias não estão sendo realizadas nos últimos dias e que, nessa sexta-feira (2), nem sequer houve chamada de pacientes ortopédicos das UPAs (Unidades de Pronto-Atendimento).

Diretamente no hospital, a informação era de que não sabiam se haveria cirurgias e que era para voltar a ligar na segunda-feira. Ninguém soube informar se os procedimentos agendados seriam ou não realizados na próxima semana.

Outra informação extraoficial era de que anestesistas também cruzaram os braços e que, por isso, não estavam sendo agendadas cirurgias eletivas.

Leia também:



Fale com a Redação

catorze − dois =