Doenças emergentes em suínos

O foco do encontro são as doenças que afetam animais por todo o mundo

Produtores que participaram do Encontro Anual da Suinocultura realizado pela Copacol foram alertados sobre as doenças emergentes que têm afetado animais por todo o mundo.

Uma palestra abordou as Principais Ameaças a Suinocultura Brasileira e foi ministrada pelo especialista Gustavo Simão, da Agroceres PIC.
“Precisamos alertar os produtores sobre os problemas globais que estão acontecendo, como a peste suína africana que está interferindo no agronegócio mundial em todos os segmentos. Por outro lado, o Brasil pode aumentar as exportações, aproveitando essa oportunidade de crescimento excelente nos próximos anos”, reforça o veterinário.
O especialista ressaltou que para garantir a qualidade na produção é necessário que todos trabalhem juntos para manter a sanidade das granjas. “Todos nós somos responsáveis e precisamos evitar que qualquer tipo de doença entre nas granjas. Por isso é importante seguir as orientações de biossegurança em todos os processos de produção”, destaca.
O gerente da Integração de Suínos e Leite da Copacol, Émerson De Bastiani, ressaltou a importância de produzir juntos e com qualidade. “Nosso foco é a excelência da carne suína que só é possível com o trabalho de todos, da Cooperativa e dos nossos cooperados. É aqui, buscando conhecimento e profissionalização que vamos conseguir resultados cada vez melhores”, destaca.



Fale com a Redação

nove − 2 =