Debate mira gestão atual e os deputados-candidatos

O segundo debate entre os sete candidatos a prefeito de Cascavel, realizado ontem pela rádio Independência e com quatro horas de duração

Cascavel – O segundo debate entre os sete candidatos a prefeito de Cascavel, realizado ontem pela rádio Independência e com quatro horas de duração, foi um pouco mais apimentado que o primeiro, promovido pela rádio Colmeia. Mediado pelo radialista Amir Kalil e tendo como palco o auditório da reitoria da Unioeste, o encontro foi marcado por críticas à gestão atual e também aos dois deputados que postulam a sucessão de Edgar Bueno.

JK

Dividido em seis blocos, o debate foi aberto com as apresentações individuais e nos dois blocos seguintes os candidatos fizeram perguntas entre si em cima de temas escolhidos pela produção, como saúde, educação, mobilidade urbana, segurança e habitação. Não houve, entretanto, nenhuma proposta mais inovadora. Nessa fase, os candidatos fizeram críticas apenas nas entrelinhas.

A temperatura esquentou mesmo a partir da metade do encontro, quando os candidatos passaram a perguntar um ao outro com temas livres e usaram o tom crítico para atingir principalmente os candidatos Marcos Vinícius Pires de Souza, que tem apoio de Edgar, Leonaldo Paranhos e Marcio Pacheco, que apareceram encabeçando todas as pesquisas já divulgadas.

BALANÇO POSITIVO

“Cumprimos o nosso papel como imprensa livre”, comemorou ao final Amir Kalil, diretor da rádio Independência. Segundo ele, a emissora não tem preferência por qualquer candidato e usará sua programação jornalística para oferecer ao eleitor o máximo possível de oportunidades para conhecer o pensamento e as propostas de cada candidato.

Aderbal de Mello (PT), Helio Laurindo (PP), Leonaldo Paranhos (PSC), Marcio Pacheco (PPL), Marcos Vinícius (PSB), Professor Ivanildo (Psol) e Walter Parcianello (PMDB) também consideraram produtivo o debate, ressaltando que tiveram uma boa oportunidade para apresentar os pilares de seus planos de governo.

 

 

JK

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação