Desafinou

O Partido dos Trabalhadores e o ex-candidato a presidente da República Fernando Haddad foram condenados a pagar R$ 100 mil de indenização por danos morais à cantora Paula Toller, do Kid Abelha, por uso indevido da música “Pintura íntima” na campanha presidencial de 2018. Ela nem sequer foi sondada. Os danos materiais – valor que a artista cobraria para licenciamento da canção – podem passar de R$ 2 milhões. A cantora ganhou a ação na Justiça do Rio de Janeiro, o PT recorreu e pediu que o processo tramitasse em Brasília. A nova sentença é do juiz Cleber Pinto, da 16ª Vara Cível da capital federal. Cabe recurso.

 

Vendeta

É o filho do presidente, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), o principal articulador de uma eventual CPI do TSE na Câmara. Já tem mais de 70 assinaturas.

 

No camarim

Silvio Santos não foi internado com covid-19, mas vive diariamente o pavor da doença. Quando se sente mal, tem hábito de mandar um jatinho buscar em Anápolis (GO) o médium e amigo João de Deus. Agora, está sem o curandeiro.

 

Garagem lucrativa

Pelo menos 50% dos shoppings do Brasil que criaram o drive thru para entrega de compras on-line no estacionamento mantiveram o negócio.

 

Governança

O ministro Augusto Nardes, do TCU, deu aula de governança aos membros do LIDE Brasília, com Paulo Octávio como anfitrião. Defendeu que ela seja aplicada nos três níveis de governo e seja praticamente uma política de Estado. Para isso, além de trabalhar preventivamente no tribunal, agora é embaixador da Rede Governança Brasil.

 

Auxiliar polêmica

Uma das apoiadoras da Rede Governança Brasil esteve na mira da CPI da Covid. É a médica Nise Yamaguchi, que estava entre os convidados do almoço, realizado no Hotel Brasília Palace. Na maior parte do tempo, ela usou máscara.

 

Retrato do País

Uma rodinha de empresários estranhou (e riu) quando uma empresária de franquias soltou que escolas públicas devem ensinar empreendedorismo na grade. Para um País onde falta professor e escolas, em primeiro lugar, falta uma visita à periferia.

 

***Rasante nas contas

A Matrix Editora lança “Nas asas da mamata, a história secreta da farra das passagens aéreas no Congresso Nacional”, dos renomados jornalistas investigativos Eduardo Militão, Eumano Silva, Edson Sardinha e Lúcio Lambranho. O quarteto bate papo online em live do canal da Livraria Cultura (@livraria_cultura) na terça-feira, dia 17.

 

MERCADO

Vale tudo… 

Principal escritório jurídico do Sindicom, sindicato que representa grandes distribuidoras de combustíveis, o Vinhas e Redeschi faz de tudo na ânsia de faturar mais honorários: vale até cometer erro jurídico ao propor recurso que não existe no sistema judiciário só para prejudicar o principal inimigo que bate de frente com o sindicato.

 

…por honorários

O principal associado do Sindicom é a BR Distribuidora, privatizada recentemente. Ainda assim ex-dirigentes da companhia podem ser acionados pelo Tribunal de Contas da União para explicar por que permitiram que o sindicato, que nos últimos 10 anos superou a casa dos R$ 100 milhões de orçamento com dinheiro público, dispensou licitação para contratar a renomada banca fluminense de advogados.

 

***Sobrevivendo à pandemia

O Fundo Constitucional de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FCO) já aplicou mais de R$ 1 bilhão em recursos federais no 1º semestre de 2021 na linha Empresarial com cerca de 2 mil contratações.  Os setores que mais contrataram foram Comércio, Serviços e CT&I, com R$ 834 milhões.

 

Brasil no exterior

A série “Em nome dos pais”, exibida pela HBO e baseada no livro do jornalista Matheus Leitão, foi premiada em duas categorias do Telly Awards, que tem jurados de grandes organizações, como as gigantes americanas NBC e Vimeo. Entre as séries de história, ficou em primeiro lugar. Entre as documentais, em segundo.