Vasatta promete denúncias sobre o meio ambiente

Após se afastar da Câmara devido a problemas de saúde no fim do ano passado, o vereador Jaime Vasatta (Podemos) retorna às funções legislativas com a promessa de apurações relacionadas ao setor de meio ambiente.

JK

Sem dar detalhes sob a justificativa de que está na fase inicial dessa investigação, Vasatta – que já teve atuação na Secretaria de Meio Ambiente de Cascavel – ainda comenta a nomeação do novo representante da pasta em Cascavel, Wagner Seit Yonegura, que veio de Londrina.

HojeNews – Com sua experiência na área, qual sua avaliação sobre a nomeação do novo secretário de Meio Ambiente de Cascavel, Wagner Seit Yonegura, que é de Londrina? Não havia opções competentes em Cascavel?

Jaime Vasatta – Temos bons profissionais, mas é uma escolha do prefeito [Leonaldo Paranhos]. O novo secretário vem da iniciativa privada, o que é diferente e ele terá que se adaptar à iniciativa pública e política. Acredito que a questão política será mesmo a mais complicada. Vamos esperar para ver o trabalho, mas parece ser um bom nome.

HojeNews – Sobre as apurações no Legislativo neste ano, qual será o foco?

Vasatta – Já temos um caso relacionado ao meio ambiente, mas não podemos adiantar nada ainda.

HojeNews – Que apurações se destacaram na legislatura até agora?

Vasatta – Fizemos uma CPI do Estádio Olímpico, com a documentação encaminhada ao Ministério Público e que apontou problemas como o das cadeiras. Foi importante para que o Executivo municipal tomasse as devidas providências. Ainda dentro da Comissão Permanente de Obras apuramos a troca de materiais na ponte do EcoPark Morumbi, caso que ainda corre na Justiça. Buscamos todas as informações e chegamos à conclusão de que o projeto original deveria ter sido obedecido. Esperamos que, na Justiça, os responsáveis respondam pela situação. Também alteramos a lei de pagamento do ITBI [Imposto de Transmissão de Bens Imóveis] – agora o prazo de validade da avaliação é de 120 dias, antes eram apenas 60 dias.

HojeNews – E qual sua avaliação sobre a atuação do prefeito Leonaldo Paranhos?

Vasatta – Leva um tempo até conseguir colocar o plano de governo em ação. Mas observo um empenho grande, com obras em unidades básicas de saúde e escolas. Além disso, ele deu continuidade a obras que estavam paradas. Espero que os setores de saúde e educação sejam contemplados nestes dois anos seguintes.

HojeNews – E qual sua avaliação sobre o novo presidente da Câmara, Alécio Espínola?

Vasatta – Esperamos que o Alécio possa conduzir da melhor forma possível a Câmara. Acredito no potencial dele. Espero harmonia entre os vereadores para definir o que é mais importante à população: fazer o trabalho de fiscalizar.

HojeNews – E a presidência do Podemos em Cascavel, como fica?

Vasatta – Temos nomes prováveis para assumir a presidência, como o advogado Luciano Braga Côrtes. Foi mantida a maioria da executiva. Mas temos apenas uma provisória. Daqui a uma semana faremos uma reunião para definir quem ficará no comando do partido.

JK

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação