BANDEIRADA

Stock Car abre a temporada em Goiânia

16 de abril de 2021 às 12:30
Stock Car 2020 - 11ª etapa - Goiânia - GO
Publicidade

A Vicar, promotora da Stock Car, anunciou ontem que alterou o local da primeira etapa da temporada 2021. Antes agendada para acontecer em Londrina (PR), a etapa será realizada em Goiânia (GO), mantendo a data do dia 25 de abril. A decisão veio após autorização emitida pelo governo de Goiás, por meio do secretário de Estado de Esporte e Lazer, Henderson Rodrigues, com aval da Secretaria de Estado da Saúde, dirigida pelo secretário Ismael Alexandrino. Também deve abrir a temporada na mesma data a categoria Stock Light.

Em 2020, a Stock Car adotou um rígido protocolo de segurança sanitária, que foi seguido em todas as etapas e cujo modelo acabou sendo adotado por competições em todo o País. “Fomos bastante rigorosos em 2020 e, neste ano, vamos aprimorar ainda mais os controles em todas as praças onde competirmos”, disse Fernando Julianelli, CEO da Vicar.

“Conseguimos competir em todas as praças no ano passado sem incidentes. E vamos repetir isso em 2021, mas agora com mais eficiência ainda. Gostaria de agradecer ao governador Ronaldo Caiado e aos secretários Henderson Rodrigues e Ismael Alexandrino por reconhecerem nosso empenho e a qualidade dos controles que implementamos”, completou Julianelli.

“Analisando o evento da Stock Car, percebemos que, além do protocolo de segurança sanitária exemplar, o próprio esporte não exige contato físico. O decreto editado pelo governador Ronaldo Caiado permite eventos esportivos profissionais, desde que não haja presença de público, então não há razão para não acolher a Stock Car, que tem ainda como benefício à injeção de recursos na economia, movimentando toda uma cadeia de consumo e empregos que vai dos hotéis até pequenos estabelecimentos – todos passando por um momento de dificuldade extrema em seus negócios”, destacou Henderson Rodrigues, secretário de Esportes e Lazer de Goiás. “Obviamente, vamos exigir e fiscalizar a aplicação de todas as regras de segurança sanitária. Essa é a condição básica e fundamental dentro dessa permissão”, concluiu Rodrigues.


Novo presidente

A morte do presidente José Aloizio Cardozo Bastos, na última terça-feira, fará com que a Fasp (Federação de Automobilismo de São Paulo) tenha um novo presidente. O sucessor imediato é Élcio de São Thiago, o primeiro vice-presidente de Bastos. Mas ele estava de licença médica. Assessores da Fasp não confirmam se sua licença já terminou ou não. Se ele continuar de licença, quem assumirá a presidência será Paulo Scaglione, que era o segundo vice-presidente.

 

 

Na CBA

O problema de saúde de Bastos, que, culminado com o fato de ter contraído a covid-19, levou-o a ser internado em janeiro, e a licença de Élcio fizeram com que fosse Scaglione que estivesse no exercício da presidência da Fasp na eleição da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) em janeiro. Foi por isso que o voto de São Paulo, que era apontado como certo para Milton Sperafico, como há quatro anos, mudou para Giovanni Guerra, candidato da situação. Scaglione, inclusive, foi o presidente da assembleia.

 

 

Vou voltar

Quando deixou a presidência da CBA há 12 anos, Paulo Scaglione disse que voltaria, mais forte do que nunca. Pelo jeito, começa a traçar o caminho de volta e o primeiro passo será presidir a Fasp.

 

 

Élcio assume

Um dirigente paulista, que pediu para não ser identificado, adianta que Élcio de São Thiago irá assumir a presidência. Só não o fará que sua saúde não permitir.

 

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE