Só comemoração

Apenas este ano, cinco competidores, de quatro modalidades, levaram a bandeira cascavelense enquanto defendiam a seleção brasileira em disputas internacionais.

A cidade de Cascavel comemora aniversário de 68 anos nesta quinta-feira (14) e por si só tem o nome destacado no mundo todo, como ocorreu em anúncio semana passada na Times Square, um dos pontos econômicos mais famosos do mundo, localizado em Nova Iorque (EUA). Entretanto, enquanto dava seus “primeiros passos”, o município era evidenciado pelo esporte e seus desportistas. E ainda segue sendo assim. Apenas este ano, cinco competidores, de quatro modalidades, levaram a bandeira cascavelense enquanto defendiam a seleção brasileira em disputas internacionais.

Na canoagem velocidade, no mês de julho, Ana Paula Vergutz e Vagner Jr Souta novamente subiram ao pódio em uma edição de Jogos Pan-Americanos, desta vez em Lima (PER), e se credenciaram a outra vez disputar as Olimpíadas, agora em Tóquio 2020. Também este ano, ela venceu o Sul-Americano em Ibarra (EQU), em abril, enquanto ele disputou a Copa do Mundo em Duisburg (ALE), em maio, e o Mundial em Szeged (HUN), em agosto, além de os dois terem sido campeões brasileiros.

Pela ginástica rítmica, Sthefany Beatriz Popoaztki, aos 9 anos de idade, também levou o nome de Cascavel à capital peruana em 2019. Depois de se destacar na Seletiva Nacional, no Rio de Janeiro, ela representou a cidade e o País no Campeonato Sul-Americano e se sagrou campeã continental, em outubro.

Já neste mês do aniversário de Cascavel, a judoca Emilly Kauani da Rosa dos Santos, de 14 anos, ajudou nas comemorações, ao vencer o Campeonato Pan-Americano realizado no último fim de semana em Guadalajara (MEX). Foi a quinta conquista dela no ano, depois dos Jogos Escolares do Paraná, do Campeonato Paranaense, da Copa Paraná e do Campeonato Brasileiro. Hoje (14) ela embarca para Blumenau (SC), para disputar os Jogos Escolares da Juventude. Já no início de dezembro a disputa será em Assunção (PAR), pelos Jogos Sul-Americanos Escolares.

Já para as jogadoras Laelen Brizola e Vaneza Wons as comemorações têm sido diárias este mês, no Mundial de Futsal de Surdos que está sendo realizado em Winterthur (SUI). Hoje (14) elas disputam a semifinal com a seleção brasileira contra a Alemanha.

 



Fale com a Redação

4 × 2 =