Seis modalidades ficam de fora do chamamento

Juntas, as modalidades somavam R$300 mil em recursos

O resultado final do processo de seleção, divulgado após análise de recursos, definiu que seis modalidades esportivas praticadas em Cascavel ficarão sem subsídio municipal em 2019 e 2020, pelo Chamamento Público nº 01/2019.

São elas: badminton, futebol americano, skate, tiro, jiu-jítsu e capoeira, que juntas tinham R$ 300 mil de recursos municipais à disposição de organizações da sociedade civil para seu desenvolvimento.

A Associação Cascavelense dos Esportistas Amadores pleiteava o badminton (R$ 40 mil/2019 e R$ 44 mil/2020, feminino e masculino, juvenil e adulto); o Cascavel Olympians não teve a proposta aprovada para o futebol americano (R$ 15 mil/2019 e R$ 16,5 mil/2020, masculino adulto); a N1 Associação Integrada de Artes Marciais não conseguiu a recurso para o jiu-jítsu (R$ 20 mil/2019 e R$ 22 mil/2020, feminino e masculino adulto); e a West Bikers teve a proposta eliminada para o tiro (R$ 30 mil/2019 e R$ 33 mil/2020, feminino e masculino adulto).

Já a capoeira (R$ 20 mil/2019 e R$ 22 mil/2020, feminino e masculino juvenil) e o skate (R$ 15mil/2019 e R$ 16,5 mil/2020, feminino e masculino juvenil) não tiveram interessados.

Demais

As demais 25 modalidades esportivas constantes no edital tiveram propostas de associações, equipes, institutos ou clubes aceitas. São elas: atletismo, bocha, boxe, bolão, canoagem, ciclismo, futebol, futebol sete, futsal, ginástica artística, ginástica rítmica, handebol, handebol de areia, judô, caratê, kickboxing, natação, rúgbi, taekwondo, tênis, tênis de mesa, tiro, vôlei, vôlei de praia e xadrez. As entidades de prática desportiva aprovadas no Chamamento começarão a receber o subsídio municipal no próximo mês de julho. Já o fim do período de execução da parceria será em dezembro de 2020.



Fale com a Redação

dezesseis + 5 =