A obra da Ponte da Integração Brasil-Paraguai registra um marco neste mês de outubro, que é a finalização do mastro principal na margem brasileira, em Foz do Iguaçu, com um total de 190 metros de altura, da fundação ao topo, e com todos os tubos das paredes concluídas. A obra está sendo executada pelo DER-PR (Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná), por meio de parceria entre Governo do Paraná, Itaipu Binacional e governo federal.

Até o momento, 71,5% da obra foi executada, com investimento de aproximadamente R$ 166 milhões. Essas informações e mais detalhes estão disponíveis no boletim informativo da obra, publicado mensalmente no portal do DER/PR e encaminhado como uma newsletter por e-mail para quem se inscrever.

Ainda na margem brasileira, foi posicionada a aduela metálica 6.03 sobre o Rio Paraná e tensionados os estais (ou cabos de estaiamento) da aduela metálica 6.02. O segundo par de estais de retaguarda também está engastado na caixa de equilíbrio da ponte. Isso quer dizer avanço das obras sobre a estrutura da pista de rolamento.

Em Presidente Franco, margem paraguaia da obra, o mastro principal deve atingir os 175 metros de altura, com os trabalhos permanecendo concentrados na chamada câmara de estais. Também foram tensionados o primeiro par de estais da retaguarda e os estais da aduela metálica 5.01, com a aduela metálica 5.02 devendo ser posicionada ainda este mês no vão-livre da ponte.

 

Foto: DER-PR