Depois de sair da pole na primeira prova, o curitibano Júlio Campos manteve a liderança, mas sempre foi acossado pelo pato-branquense Gabriel Casagrande, que terminou em segundo. Foi uma dobradinha paranaense na sétima etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car, realizada domingo, no Autódromo Velocitta, em Mogi Guaçu, interior de São Paulo.

“Foi um fim de semana muito bom para a nossa equipe”, disse Julio Campos. “Tirando a segunda prova, na qual fui tirado para fora… mais uma neste ano. É a quarta vez que isso acontece. Acaba que a gente vai perdendo muitos pontos que seriam importantes para o campeonato em acidentes. Mas fazer uma pole foi bem legal por ter sido a primeira da Chevrolet. Estou muito feliz pela pole e pela minha primeira vitória neste ano, e também pelos pontos para o campeonato, o que é muito importante”, destacou Julio Campos.

A segunda prova foi vencida por Diego Nunes na base da estratégia. O piloto paulista do Chevrolet Cruze #70 largou da pole devido à regra da inversão dos dez primeiros no grid da segunda prova. “Arriscamos bastante ao colocar [mais] combustível no pit stop da primeira prova”.

Em sete etapas, a Stock Car chegou a 11 provas na temporada, com nada menos que dez vencedores diferentes. A liderança do Campeonato continua nas mãos do gaúcho César Ramos (Toyota Corolla), que conseguiu um quarto e um 14º lugares nas provas 1 e 2, respectivamente, atingindo, agora, 172 pontos. O paranaense Ricardo Zonta (Corolla) manteve a vice-liderança, com 158 pontos, mas tem agora o paulista Ricardo Maurício (Cruze) apenas dois pontos atrás, no terceiro posto. Rubens Barrichello (Corolla) é o quarto colocado, com 149 pontos, um a mais que Thiago Camilo (Corolla). Gabriel Casagrande (Cruze) é o sexto colocado, com 133.


Derani e Nasr

O brasileiro Pipo Derani fez uma grande corrida sábado na disputa da sétima etapa do IMSA, nos EUA. Defendendo o título das 10 Horas de Petit Le Mans de 2019, o piloto e os companheiros Felipe Nasr e Filipe Albuquerque estiveram bem perto de repetir o feito. Um toque, nos minutos finais, no entanto, acabou com as chances do trio, que completou a prova na quinta colocação.