Foz do Iguaçu – Em passagem pelo oeste do Paraná esta semana, o secretário de Saúde, Beto Preto, revelou que já começaram as conversas para iniciar a vacinação contra a covid-19 de adolescentes de 12 a 18 anos, que hoje estão fora do plano de imunização. “A novidade é que a discussão já começou dentro do Ministério da Saúde, da Coordenação-Geral de Imunizações, e pode ser que venha orientação para vacinar acima de 12 anos, que estavam fora da vacinação do coronavírus. Pode ser que venha, não tem nada ainda pronto, mas é um assunto que pode se tornar de relevância nos próximos dias”, adiantou, em entrevista à Rádio Cultura, de Foz do Iguaçu.

No Estado, a campanha avança para a população em geral acima dos 40 anos. Calendário divulgado esta semana espera concluir a vacinação de toda a população adulta até setembro, algo perto de 8,3 milhões. Beto Preto não informou qual seria o público de 12 a 18 anos.

Segundo ele, a campanha avança, mas ainda abaixo da capacidade instalada. “Temos capacidade para vacinar 150 mil [pessoas] por dia. Hoje, num bom dia, vacinamos 50 mil. Porque falta vacina”, resume.

Sobre os pedidos de Foz do Iguaçu, para instalação de barreiras sanitárias e mais vacinas, devido ao público brasileiro que mora no Paraguai e na Argentina, Beto Preto disse que são pleitos justos, mas que dependem do Ministério da Saúde.


Novas vacinas contra a covid-19 chegam ao Estado nesta sexta-feira

O Paraná receberá nesta sexta-feira (18) mais 234.510 imunizantes contra a covid-19, o que dará continuidade ao Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, as doses serão destinadas aos grupos prioritários e à população em geral acima de 40 anos.

A primeira parte chega pela manhã. Segundo o cronograma do Ministério da Saúde, as 143.910 doses do imunizante Comirnaty, produzido pela Pfizer/BioNtech, estarão no voo LA-4787, que pousa no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, às 8h25.

Inicialmente, essas doses estavam previstas para a noite dessa quinta, mas o cronograma foi alterado pelo Ministério da Saúde.

Já as 90.600 doses da Coronavac/Butantan, parte de um lote de 1,8 milhão de doses distribuído a todo o País, chegarão ao Paraná às 10h05 (voo G3 1120) desta sexta. As duas remessas fazem parte da 25ª pauta de distribuição do governo federal.

A dinâmica será a mesma adotada desde o começo da pandemia. As vacinas serão levadas para o Cemepar (Centro de Medicamentos do Paraná), onde serão armazenadas, cadastradas e separadas, de maneira proporcional, para todos os 399 municípios das 22 Regionais de Saúde.

“Nossa meta é fazer a vacina chegar rapidamente à população. Estamos nos aproximando de 5 milhões de doses aplicadas nos paranaenses, o que ajuda a controlar as manifestações mais graves da doença”, disse o secretário estadual da Saúde, Beto Preto.

Vacinômetro

O Paraná vacinou até o fim dessa quinta-feira, 3.553.222 pessoas com a primeira dose e 1.294.591 com as duas. É o sexto que mais imunizou no País em números absolutos.

Foto: Américo Antonio/SESA


Estado chega a 2 mil UTIs SUS

Desde março do ano passado, o Estado do Paraná abriu 5 mil leitos hospitalares para o atendimento de pacientes com covid-19. Segundo Preto, o número equivale a 50 hospitais de campanha com 100 leitos e cada um deles com 40 de UTI e 60 de enfermaria. “Ainda assim, 900 pessoas esperam uma vaga em UPAs e hospitais de pequeno porte”, informou.

Ontem, o Paraná alcançou 2 mil UTIs SUS exclusivas para pacientes com covid-19. Para se ter uma ideia, esse número é 53,7% maior que o registrado no dia 28 de fevereiro deste ano, quando eram 1.301 UTIs SUS. Os leitos de enfermaria SUS cresceram 50,9%, passando de 1.908 no fim de fevereiro para 2.897 até ontem.

Toda a rede de saúde para covid-19 cresceu. Há três meses e meio, havia 1.441 internados em UTI Covid e 2.146 em leitos clínicos. Ontem, eram 2.488 em UTI e 3.261 em enfermarias, crescimento de 72,6% e 52%, respectivamente. No total, o número de internados nessas alas cresceu 60,3% desde o fim de fevereiro até agora, passando de 3.587 para 5.749.

Com a abertura de novos leitos nos últimos dias, o Estado conseguiu aliviar um pouco a pressão por internamentos. A fila, que chegou a 1,3 mil à espera de leitos, ontem já estava perto de 900 pessoas.

Contudo, a taxa de ocupação de leitos segue em alta e ontem 95% das UTIs estavam ocupadas.


Óbitos ultrapassam 29 mil no Paraná

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nessa quinta-feira (17) mais 7.649 casos confirmados e 330 mortes pela covid-19 no Paraná. Com isso, os dados acumulados do monitoramento da doença mostram que o Estado soma 1.164.281 casos confirmados e 29.013 óbitos.

Os casos divulgados são de janeiro (12), fevereiro (23), março (46), abril (99), maio (1.548) e junho (5.894) de 2021, e dos seguintes meses de 2020: maio (1), outubro (2), novembro (7) e dezembro (17).

Quanto às 330 mortes informadas ontem, tratam-se de 143 mulheres e 187 homens, com idades que variam de 22 a 99 anos. Os óbitos ocorreram de 5 de outubro de 2020 a 17 de junho de 2021.

Conforme o controle dos municípios, no oeste, Foz do Iguaçu é a cidade com mais mortos por covid-19 e ontem alcançou 978 óbitos, seguido por Cascavel, que atingiu 800 mortes, e Toledo, com 351.