Cascavel – A filiação do ex-juiz e ex-ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, no Podemos, está sendo bastante comemorada pelas lideranças da legenda no Paraná e em Cascavel. A expectativa é que a chegada Moro ajude a fortalecer ainda mais a sigla e formar uma forte pré-candidatura a bancada federal e estadual para as eleições de 2022, elevando a sigla a um novo patamar no Estado.

O ex-ministro Sergio Moro, que esteve à frente como juiz na operação Lava-Jato, se filiou ao Podemos ontem (10), durante um evento, que aconteceu no Centro de Convenção Ulysses Guimarães, em Brasília. A filiação de Moro abre caminho para sua pré-candidatura ao Palácio do Planalto. Com rejeição de bolsonaristas e lulistas, Moro é uma das apostas de centro-direita como opção de terceira via na disputa, hoje, polarizada entre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ex-presidente Lula (PT). Em discurso, Moro admitiu a possibilidade de disputar a presidência.

Mais interessados

Em Cascavel, a filiação também foi comemorada pela executiva do Podemos. O único vereador da sigla, Sadi Kisiel, ficou animado com a chegada de Moro. Segundo ele, com o anúncio da filiação do ex-magistrado muitas pessoas já procuraram a executiva municipal demonstrando interesse em se filiar.

“A partir da notícia da vinda do Moro bastante gente nos procurou querendo se filiar ao nosso partido. Pessoas simpáticas ao trabalho do Moro, aquilo que ele exerceu enquanto juiz e agora a vinda como político, muitos entendem ele sendo a terceira via. O partido está sendo bem procurado. Pessoas como eu digo, simpáticas a ele querendo uma simples filiação, como aqueles que têm projetos políticos de candidaturas”, disse Kisiel.

Segundo o parlamentar, antes do anúncio de Sergio Moro, o partido estava tendo dificuldades para encontrar pessoas predispostas a serem candidatos a deputado estadual ou federal pela sigla, situação que mudou após o anúncio. “Estamos contente com os nomes que já querem vir pra cá. Estávamos com dificuldade de encontrar pessoas com disposição de ser candidatos e agora não, agora a gente já está se preocupando com a quantidade de pessoas que estão procurando”, completou.

De acordo com Kisiel, a partir de agora a executiva municipal do Podemos estudar esses nomes que demonstraram interesse na filiação.  Ainda segundo o vereador, além da filiação de Sergio Moro, outra expectativa é a filiação do ex-procurador do Ministério Público Federal, Deltan Dallagnol. O convite já foi feito pelo senador Alvado Dias (Podemos).

 

Protagonismo

Embora os três senadores paranaenses sejam do partido, o Podemos não tem deputado federal pelo Paraná. Para o presidente da estadual da legenda, Cesar Silvestri Filho, a situação deve mudar radicalmente com a filiação do Sergio Moro. “O Podemos vai ganhar protagonismo nacional e no Estado, que deve eleger uma forte bancada federal. Moro é um nome que conta com o respaldo dos paranaenses e o respeito da população em geral. É a terceira via com maior densidade eleitoral entre todas que se apresentaram até o momento”, avalia. “Um partido que tem três senadores não pode ser coadjuvante”, acrescenta.

 

Prefeito Paranhos no Podemos?

Outra filiação muita aguardada pela executiva municipal do Podemos de Cascavel é a do prefeito Leonaldo Paranhos, hoje no PSC. Segundo Kisiel, o convite já foi feito e Paranhos também demonstrou interesse. “Qual partido que não gostaria de ter em seu quadro um emergente político como é nosso prefeito, bem pontuado nas pesquisas, reeleito, que está fazendo um excelente trabalho. Já fizemos esse convite pra ele. Ele mesmo sinalizou essa possibilidade, mas isso passa por uma conversa maior, em nível de Estado, com os Senadores e com o Governador”, ponderou

Contudo, na leitura do vereador, a chegada de Moro poderia afastar Paranhos da legenda. “Com essa situação da vinda do Moro as coisas estão indefinidas pelo que a gente percebe. Surgindo uma candidatura própria do Podemos a governo federal, a lógica é ter um candidato no Estado, a governador e ao Senado. As coisas estão indefinidas”, avalia.