Moradores de Quatro Pontes descartam máscaras, luvas e seringas de forma incorreta

O descarte está sendo feito junato aos materiais recicláveis

A Associação Quatropontense de Catadores (AQC) continua sendo afetada pelo descarte incorreto de máscaras, luvas e seringas, jogados em meio aos materiais recicláveis. Visto que o momento requer mais cuidados com a saúde, em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a AQC, juntamente com a técnica da Unidade de Valorização de Reciclados (UVR) e o Departamento de Ação Ambiental, solicita que os moradores tenham empatia e consciência de aproveitar o período de isolamento social para fazer a seleção correta.

Quando usar máscara de pano

A técnica da UVR, Fernanda Jung, explica que os três materiais podem ser descartados de duas formas. A primeira opção é colocar em uma sacola, amarrar e depositar no lixo do banheiro da sua casa e a segunda é entregar junto ao Centro de Saúde, onde empresa especializada realiza o recolhimento e dá a destinação correta. Já os produtores rurais precisam devolver as seringas utilizadas em animais nas empresas onde compraram o produto, que é a logística reversa.

Por conta da resistência do Covid-19, que fica suspenso quatro horas em cobre, 24 horas em papel ou papelão, e de dois a três dias em aço inox e plásticos, os catadores orientam que esses materiais fiquem separados na residência do munícipe pelo referido período e só depois sejam colocados para fora de casa para a coleta.

“Separar os resíduos é tão simples e faz uma grande diferença na vida das pessoas que trabalham na AQC, além de ajudar a natureza. Se você não pode utilizar o material mais de uma vez ou em mais de uma pessoa significa que ele não é reciclável. Pedimos a colaboração de todos e estamos à disposição para esclarecimentos”, expõe Fernanda.

Outros Descartes

Mas não são só máscaras, luvas e seringas que tem sido rejeitados. A AQC tem recebido grande quantidade de roupas, panos, calçados, lâmpadas e outros, que não integram o grupo de materiais recicláveis. “As pessoas precisam se conscientizar que não podem fazer esta forma de descarte. Deste modo, novamente pedimos que todos colaborem”, enfatiza.

Mosquito da dengue nas áreas externas


Fale com a Redação

vinte − oito =