Há um ano foi inaugurada no parque que abriga o Show Rural Coopavel, em Cascavel, a maior planta de placas fotovoltaicas do Paraná. A energia limpa e renovável gerada é suficiente para garantir autossuficiência à área por dez meses do ano. “Agora, precisamos comprar energia em apenas dois meses, janeiro e fevereiro, que são o auge do evento criado há 31 anos”, diz o presidente da Coopavel, Dilvo Grolli.

O sistema implantado no parque da cooperativa – km 577 da BR-277, saída para Curitiba – resulta de parceria com a Biowatts, empresa especializada em projetar e instalar plantas de energia solar. “O desempenho é muito bom e a economia, considerando o que se destinava ao consumo de energia convencional, vai pagar o investimento, na casa de R$ 1,5 milhão, em poucos anos”, de acordo com Dilvo.

Com a ampliação da concorrência mundial na fabricação de placas e componentes, é cada vez maior também no Brasil o volume de demanda por esse tipo de projeto. São empresas, estruturas agropecuárias e residências que passam a utilizar a energia fotovoltaica. Com o recente regulamento da autogeração e mercado livre de energia, cresce a procura por novas tecnologias, entre elas a solar, a eólica e também a do biogás, que emprega biomassa como matéria-prima.

Maior da AL

Os investimentos em energia solar crescem tanto no Brasil que em pouco tempo o País terá o maior parque solar da América Latina. A Enel Green Power escolheu a cidade de São Gonçalo do Gurguéia, a 790 quilômetros de Teresina (Piauí), para receber uma obra gigante. A usina de placas fotovoltaicas vai precisar de mais de três anos para ficar pronta (obras foram iniciadas em 2018) e exigirá investimento de R$ 3,6 bilhões.

Mais do que colocar a pequena cidade no mapa, a Enel Green Power permite outros saltos à região. As autoridades dizem que a usina vai atrair empresas, que virão atrás de energia limpa, renovável e barata, além de mão de obra qualificada, que percebe nesse tipo de projeto uma forte relação com o futuro. Quando o parque solar estiver pronto, a capacidade de produção chegará a 875 megawatts.