O Movimento #savetheAIC conseguiu suspender a demolição do Autódromo de Curitiba, que se situa no município de Pinhais. Eles tiveram ganho de causa na Vara de Fazenda Publica de São José dos Pinhais e assim o autódromo não poderá ser demolido até que o processo de transformação da praça esportiva em Patrimônio Cultural seja concluído. Primeiro será votado na Câmara de Vereadores de Pinhais, mas a Assembleia Legislativa também poderá entrar no circuito e um Projeto de Transformação do Autódromo em Patrimônio Cultural do Estado poderá tramitar na casa. O deputado Durval Amaral encampou a ideia e está em constantes reuniões com os defensores do autódromo. Durval Amaral e Rubens Gatti, presidente da FPrA (Federação Paranaense de Automobilismo) já se reuniram, quando o deputado foi informado da importância do autódromo para o esporte e o que representa para a economia, como gerador de empregos e riquezas.

A demolição foi antecipada pela empresa contratada para os serviços, prevendo que os trabalhos seriam suspensos pela Justiça, o que realmente aconteceu. Agora o Movimento #savetheAIC buscará também que os estragos sejam reparados para que a pista fique em condições para a pratica do automobilismo.

Kartódromo

Mesmo que os atuais proprietários do autódromo consigam tocar as obras para a transformação do autódromo em um bairro residencial e comercial, eles já adiantaram que a área do kartódromo só será mexida dois anos depois.

Novo autódromo

Já antevendo que a situação do autódromo de Curitiba é irreversível, o prefeito de uma cidade da região Metropolitana de Curitiba planeja construir um autódromo em seu município. Ele pretende anunciar o empreendimento assim que a situação do AIC seja definida.