Londrina recebeu a 9ª edição dos PARAJAPS – Jogos Paradesportivos do Paraná neste final de semana. A competição marcou o retorno das atividades paradesportivas no Estado, paralisadas com a pandemia. Mais de 1.600 pessoas participaram, entre atletas, técnicos e dirigentes.

Foram disputadas 14 modalidades: atletismo, basquetebol em cadeira de rodas, bocha adaptada, goalball, golf 7, handebol em cadeira de rodas, natação, parabadminton, paracanoagem, paraciclismo, parataekwondo, tênis de mesa, vôlei paralímpico e xadrez. Vinte e nove municípios foram representados.

O superintendente do Esporte, Helio Wirbiski, destacou a importância da competição e do paradesporto no Paraná. “O governador Carlos Massa Ratinho Junior pediu prioridade nas ações do paradesporto. Fizemos uma parceria com o Comitê Paralímpico Brasileiro para que nossos professores se capacitem para receberem nas escolas os alunos com deficiência e já os encaminharem às modalidades paradesportivas. Além deste trabalho de inclusão, o que veremos lá na frente são grandes atletas como estes que competiram no Parajaps, com grandes conquistas e performances”, disse.

A treinadora de handebol de cadeira de rodas Evelin Eloisa Ignácio, de Toledo, ressaltou a importância do evento para os atletas. “Após dois anos parados, apenas treinando, os atletas se superaram mais uma vez. Eles já passam por uma luta diária por causa da deficiência, então foi mais um obstáculo ultrapassado. Estamos sem palavras, muitos felizes por tudo, e especialmente pelo nosso terceiro título”, declarou.

Para realizar a competição, o Governo do Estado disponibilizou hotelaria para todos os participantes, garantindo a acessibilidade, assim como a alimentação nos restaurantes da cidade credenciados no evento. Os protocolos de saúde foram seguidos por todos os participantes nos locais de competição e restaurantes.

O jogos estrearam em 2012, em Londrina. Similar aos Jogos Abertos do Paraná, são destinados a atletas adultos de alto rendimento. Junto a outras ações voltadas exclusivamente para pessoas com deficiência, a competição possui como meta o engrandecimento do paradesporto paranaense.

Os Jogos Abertos Paradesportivos do Paraná são uma realização do Governo do Estado por meio da Superintendência do Esporte.

(AEN)