Rachadinha

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara de Toledo se reuniu ontem (6) para apreciar a Notícia n° 1/2021, protocolada pelo ex-assessor Valderi Giovane Muller sobre uma possível prática de “rachadinha” no gabinete do vereador Gilson Francisco (Cidadania). O relator do caso, o vereador Beto Scain (MDB), apresentou parecer favorável pelo acolhimento da notícia por prática de condutas incompatíveis ou atentatórias ao decoro parlamentar.

 

Licença médica

O vereador de Cascavel, Edson de Souza (MDB), deverá se licenciar da Câmara de Cascavel para realizar um tratamento médico. Edson informou que a decisão final será tomada na próxima semana. Caso isso aconteça, a tendência é que o terceiro suplente do MDB, Joceh da Auto Escola assuma a cadeira neste período, isso porque o primeiro e segundo suplentes, Josué de Souza e Parra, estão nomeados na prefeitura. O afastamento será inicialmente de 30 dias, mas poderá ser prorrogado por um período maior. No pleito de 2020, Joceh da Auto Escola fez 838 votos.

 

Destaque

O Município de Cascavel aparece com destaque no Índice de Retorno do Tributo Municipal (IRTM). O município ficou em 13º lugar entre todas as cidades avaliadas no Brasil e em terceiro entre os municípios do Sul. A pesquisa é feita pela Assertif, consultoria especializada na mineração de créditos tributários, que mediu a transformação de tributos municipais em qualidade de vida nos 100 maiores municípios brasileiros.

 

Prefeito de Boa Vista

O presidente da Câmara de Boa Vista da Aparecida, Renato Canton Chernhak (PDT), informou que o Legislativo municipal ainda não recebeu nenhuma denúncia contra o prefeito Leonir Antunes dos Santos (PL), que foi flagrado transportando galos de rinha pela segunda vez no ano. Na primeira vez, a Câmara de Boa Vista votou a abertura de um processo de investigação contra o prefeito, contudo, foi arquivado. Com a reincidência a expectativa do presidente era que a Câmara não fosse negligente, contudo, até agora não foram protocolados pedidos de investigação.

 

Na ONU

A experiência da primeira e segunda edição do programa Orçamento Participativo de Foz do Iguaçu será levada à ONU. A informação foi confirmada pelo prefeito Chico Brasileiro (PSD). Foz assinou o pacto com a ONU que estabelece até 2030 o cumprimento dos objetivos de desenvolvimento sustentável que se traduzem em ações para acabar com a pobreza, proteger o meio ambiente e o clima. O Programa Orçamento Participativo faz parte desses objetivos e será apresentado para ONU.

 

Centro Cívico

O Governo Federal vai ceder, até o final de 2021, a área onde será construído o novo centro cívico de Foz do Iguaçu. O espaço próximo ao Porto Seco na BR-277, onde será construído o centro cívico, tem aproximadamente 133 mil metros quadrados e vai abrigar todos os órgãos da prefeitura e a nova sede da Câmara de Vereadores.

 

Combate à Corrupção

A cooperação técnica, assinada pelos prefeitos Chico Brasileiro (Foz do Iguaçu) e Marcelo Belinati (Londrina), já tem um projeto comum. As duas cidades pretendem criar fundos de combate à corrupção para financiar programas e ações contra práticas ilegais. O projeto de lei de Foz do Iguaçu já foi enviado à Câmara de Vereadores. O projeto de lei iguaçuense prevê a criação do Fundo Municipal de Compliance e Governança (FMCG) que será gerido pela Secretaria Municipal da Transparência e Governança.

 

Casa Militar

O major Sérgio Vieira Benício é o novo chefe da Casa Militar do Governo do Estado. Sua nomeação foi assinada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior ontem (6). Integrante do quadro de oficiais policiais-militares (QOPM), o major exercia o cargo de subchefe da Casa Militar.