Primeirinho!

O presidente Jair Bolsonaro disse ontem que pretende inaugurar uma das duas novas pontes que serão construídas na fronteira com o Paraguai. Bolsonaro, disse que “se Deus quiser”, visitará o Paraguai para inauguração “de uma das pontes que construiremos juntos melhorando a relação comercial”, ao presidente paraguaio Mario Abdo Benitez.

Indústria & Campo

A Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento e a Fiep (Federação das Indústrias do Estado do Paraná) vão desenvolver ações conjuntas em prol do desenvolvimento da agroindústria. O assunto pautou reunião entre o secretário Norberto Ortigara e o presidente da Fiep, Edson Campagnolo. A ideia é pensar ações conjuntas que proporcionem redução dos custos de produção e maior renda para os produtores, principalmente com o desenvolvimento da infraestrutura.

Compliance

Um dos assuntos mais citados por Ratinho Junior na campanha, sua proposta de compliance no âmbito da administração pública estadual chegou à Assembleia Legislativa ontem. Trata-se de um conjunto de regras rígidas aos agentes públicos estaduais com o objetivo de coibir a corrupção, e outras práticas como fraudes.

Transparência

O deputado estadual Requião Filho (MDB) encaminhou seis pedidos de informações às estatais paranaenses para que encaminhem a relação de pagamentos feitos a todos os servidores concursados, comissionados e empregados (permanentes ou temporários). Foram questionadas além da Copel e suas subsidiárias, Cohapar, Sanepar e Compagás, também os Conselhos Estaduais. A explicação é simples: transparência com os gastos.

Harley-Davidson

O Ministério Público instaurou inquérito civil para apurar eventuais irregularidades na compra de 30 motocicletas da marca Harley-Davidson para utilização da Polícia Militar do Paraná. O processo de licitação ocorreu em maio passado pela Secretaria de Administração e Previdência, a pedido do DER (Departamento de Estradas de Rodagem).

Bagatela

O inquérito foi aberto a partir da contestação de uma cidadã sobre a obrigatoriedade da marca, do modelo, e também o valor da licitação. Isso porque o DER exigiu a marca Harley-Davidson, o modelo FLHP Road King Police, e estimou valor de R$ 2.616.999,90 para as 30 motos. A vencedora foi a Harley-Davidson Brasil Ltda, ao custo de R$ 73.744 por “motoca”.

Fundo da discórdia

Depois de tentar explicar e argumentar, a força-tarefa da Lava Jato desistiu de gerir o fundo de R$ 2,5 bilhões frutos do acordo com a Petrobras. Ninguém estava satisfeito com o aporte bilionário para os procuradores investigarem a corrupção no Brasil. Vencido, o MPF abriu mão do acordo e, muito provavelmente, quase todo esse dinheiro vai ficar nos Estados Unidos, pois essa era a condição de ele ser repatriado.

Como assim?

Após a polêmica sobre o projeto de reforma administrativa do governo Ratinho, o governo estadual emitiu nota para esclarecer que não contratou a consultoria da Fundação Dom Cabral e que alguns conceitos do trabalho da instituição ajudaram a orientar a formatação do projeto, com corte do número de secretarias e de cargos em comissão. A briga é justamente porque, na ponta do lápis, os números divergem.

Economia

Em nota, o governo informou que “a proposta de redução da máquina pública é uma decisão consolidada, que vem sendo elaborada por técnicos do Estado, e que já apresenta resultados consistentes em diversas áreas” e que a primeira etapa da reforma deve render economia de R$ 10,3 milhões ao Estado, com total de R$ 30 milhões após as três etapas previstas.

Doação

E, em relação ao trabalho de consultoria da Fundação Dom Cabral, a nota finaliza: “Cabe esclarecer que foi contratado por entidades privadas do Paraná, e oferecida sem custos para a equipe de transição da atual administração estadual, ainda em 2018.”