Brasília – O governo federal publicou nessa quarta-feira (21) o decreto que cria o Plano Integrado de Longo Prazo da Infraestrutura, com a indicação dos investimentos necessários, agregados por setor, para os próximos 30 anos.

De acordo com o decreto, fazem parte do plano os seguintes setores: transportes; telecomunicações; energia; mineração; recursos hídricos e saneamento básico; e pesquisa e desenvolvimento tecnológico.

O decreto também estabelece a criação do Comitê Interministerial de Planejamento da Infraestrutura, que será formado por membros dos Ministérios da Economia, Infraestrutura, Minas e Energia, Comunicações, Ciência, Tecnologia e Inovações, Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional, com apoio da Controladoria-Geral da União e da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República. O regimento interno do comitê deve ser aprovado em 60 dias.