A Seleção Feminina Sub-17 está prestes a embarcar para o Uruguai rumo à Copa do Mundo: mais precisamente nesta sexta-feira (09). A competição mais importante da categoria será disputada entre os dias 13 de novembro e primeiro de dezembro em três sedes: Montevidéu, Colônia e Maldonado. O Brasil está no Grupo B,  ao lado de Japão, México e África do Sul. Preparamos um guia completo com todas as informações e detalhes sobre a equipe brasileira e o torneio para você ficar por dentro de tudo que envolve a competição.

Datas e locais dos confrontos:

O primeiro desafio das brasileiras será diante da Seleção do Japão, logo no primeiro dia da competição (13), em Maldonado. No dia 16, o Brasil enfrenta o México, também em Maldonado. Para o último duelo da fase de grupos, a equipe comandada por Luizão vai a Montevidéu, onde terá a África do Sul pela frente, no dia 20. 

Convocadas:

A lista final foi anunciada no dia 31 de outubro. Das 21 convocadas, apenas quatro não disputaram o Campeonato Sul-Americano Sub-17, em março deste ano na Argentina, são elas: Amanda, Helena, Julia Beatriz e Thaicyane. A mais nova do grupo é a goleira Lucilene, que tem 15 anos e completará 16 no dia 28 de dezembro. Já a mais velha é a zagueira Isadora, que completou 17 anos em janeiro deste ano. 

Jogos na temporada:

Em março deste ano, o Brasil Sub-17 Feminino conquistou a vaga no Mundial Uruguai 2018 ao ser campeão do Sul-Americano Sub-17. A competição foi acirrada. Na última rodada do quadrangular final, as brasileiras precisavam vencer a Colômbia, e torcer para uma vitória da Venezuela sobre o Uruguai para serem campeãs. Conseguiram. Nessa caminhada, o grupo participou do Torneio BRICS, quando enfrentou a Rússia, a Índia, a China e a África do Sul, e também se sagrou campeão, com três vitórias e um empate. A Seleção também jogou contra Camarões em jogo amistoso realizado na Granja Comary:  goleou a seleção africana por 6 a 0.

Campanha no Sul-Americano Sub-17

Brasil 1×0 Equador 
Brasil 2×0 Argentina 
Brasil 3×0 Peru 
Brasil 0x1 Colômbia

Quadrangular Final:

Brasil 1×2 Uruguai 
Brasil 1×0 Colômbia 
Brasil 3×0 Venezuela

Campanha no Torneio BRICS

Brasil 3×1 China 
Brasil 0x0 África do Sul
Brasil 5×0 Rússia
Brasil 5×0 Índia

Amistoso

Brasil 6×0 Camarões

Gols na temporada:

Jheniffer – 7
Amanda – 6
Emily – 4
Júlia – 5
Vitória Ferreira – 3
Miriam – 1 
Maria Eduarda – 1
Yasmin – 1

Sobre o técnico Luizão Ribeiro:

Em 2013, Luizão Ribeiro começou como auxiliar-técnico na Seleção Feminina Sub-17. Dois anos depois, foi efetivado como treinador da categoria. Ao longo da carreira, disputou três Campeonatos Sul-Americanos. Em 2016, chegou à sua primeira final da competição, liderou a equipe na decisão contra a Venezuela. Na casa das anfitriãs e com o estádio lotado, as venezuelanas acabaram vencendo o Brasil por 1 a 0.

O primeiro título veio neste ano, com a conquista da competição sul-americana na Argentina. Em 2016, Luizão comandou a equipe em seu primeiro Mundial Sub-17, na Jordânia. O Brasil terminou na terceira colocação do grupo. Em 2018, Luizão chega ao Mundial auxiliado por Débora Ventura, uma estreante em Mundiais, mas que traz no currículo o fato de ser a primeira mulher a concluir a Licença PRO da CBF, o último estágio.

Edições da Copa do Mundo Feminina Sub-17:

Será a segunda edição de uma Copa do Mundo Feminina na América do Sul. A primeira foi o Mundial Feminino Sub-20, em 2008, no Chile. Justamente o ano da primeira edição do torneio Sub-17, que aconteceu na Nova Zelândia. A competição de base acontece a cada dois anos, e já foram realizadas cinco edições. O maior campeão é a Coreia do Norte com dois títulos (2008 e 2016), seguido de Coreia do Sul (2010), França (2012) e Japão (2014) com um título cada. Até o Uruguai 2018, o Brasil participou de quatro edições, apenas em 2014 as brasileiras não se classificaram. As melhores campanhas da Canarinho foram as duas vezes em que chegaram às quartas de final, sendo eliminada pela Espanha, em 2010, e pela Alemanha, em 2012.

Transmissão:

No Brasil, dois veículos de comunicação farão as transmissões dos jogos do Brasil. A Band transmitirá na TV aberta, e o SporTV na TV fechada. A CBF TV fará uma cobertura especial de todos os Bastidores e detalhes da equipe no Uruguai. Agora, é só anotar na sua agenda e torcer pelos jovens e promissores talentos do nosso futebol feminino.