POLÍTICA

Comissão da Cettrans

01 de dezembro de 2017 às 15:32
Publicidade

Uma comissão de funcionários da Cettrans (Companhia de Engenharia de Transporte e Trânsito de Cascavel) se reuniu com o Legislativo ontem. Foi a segunda reunião da semana para expor reivindicações com relação à proposta de extinção da Companhia. A Cettrans se transformará em autarquia, de acordo com a reforma administrativa prevista pelo Executivo, e que ainda precisa ser aprovada na Câmara de Vereadores.

A reunião foi realizada com o vice-presidente da Câmara, Rômulo Quintino.

“O funcionalismo da Cettrans se preocupa com a proposta de extinção em um ano da companhia, e como ficará todo o quadro de trabalho técnico e profissional da empresa, se Cascavel não terá mais nenhum órgão de trânsito, ou se existe a possibilidade de estender a conversa com o corpo técnico da empresa”, ressaltou o vereador.

O grande desejo do funcionalismo é o diálogo seja aberto e todas as dúvidas do projeto de lei sejam sanadas, de forma técnica e equilibrada, antes da votação.

“Embora parte da população tenha insatisfação em receber multas de trânsito, é inegável a diminuição de mortes nas vias cascavelenses nos últimos anos e tudo isso precisa ser levado em consideração. Iremos tentar promover o melhor entendimento entre o funcionalismo e o prefeito no que tange ao projeto de extinção”, afirmou Rômulo.

Reforma

Aliás, esse é apenas um dos pontos polêmicos da reforma, que também prevê a extinção da Secretaria de Assuntos Jurídicos, a junção da Secretaria de Cultura e da Secretaria de Esportes e a própria previsão orçamentária, considerada superestimada para o ano que vem.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE