Racha na Câmara

A oposição na Câmara Federal permanece dividida e tende a lançar duas candidaturas para a disputa à Presidência da Casa. Isolado, o PT já sinalizou que não vai apoiar o nome do bloco de esquerda formado pelo PCdoB, PSB e PDT. O líder da bancada, Paulo Pimenta (RS), tem o aval do ex-presidente Lula e de caciques do partido, além do apoio da maioria dos 56 deputados eleitos da legenda, para marcar posição frente à candidatura à reeleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ). O bloco encabeçado pelo PDT, que conta com 69 deputados, busca nome de consenso para a disputa.

2º turno

Tanto o PT quando os partidos do bloco de esquerda negam, hoje, “qualquer possibilidade” de apoio à reeleição de Maia. Isso pode mudar em eventual 2º turno.

Centrão

Maia, por sua vez, intensifica as conversas com partidos do Centrão e com o MDB para tentar se reeleger no 1º turno.

Abra olhos, Guedes!

No apagar das luzes, a direção da Caixa nomeou diretores indicados por padrinhos políticos. Não bastasse todo o passado de nomes do banco enrolados com a polícia, a Caixa está tentando nomear diretores indicados pelo MDB, PSDB, PP e até pelo PT.

Farra

A farra foi detectada ontem e até o ministro Moreira Franco conseguiu emplacar um afilhado, Joaquim Lima. Essas indicações para diretor no apagar das luzes contam com apoio de Moreira, Ana Paula Vescovi e Eduardo Guardia, da Fazenda.

Caos

A Latam posiciona à Coluna que os transtornos registrados nos aeroportos no fim de semana “foram totalmente alheios à sua vontade” e que tomou medidas para manter a regularidade de suas operações.

Jesus!

O caso dos seguranças da Alesp correndo atrás de Jesus dos Santos, integrante de mandato coletivo cuja deputada foi diplomada, mostra o Brasil vergonhoso que ainda somos. Negro e com roupas simples, viu uma leva de brutamontes atrás dele ao tentar subir no palco para tirar foto com a colega. A dúvida paira se o episódio ocorresse com um branco engravatado.

Aviso prévio

A Coluna cantou a bola há duas semanas sobre o risco da empresa Inaz do Pará na realização do concurso da Novacap, ao apresentar proposta com valores bem abaixo do mercado. Deu no que deu domingo: 76 mil candidatos de todo o País com portão na cara. A empresa não conseguiu realizar o concurso. E a Novacap agora desistiu.

Simão na Refit

A Refit agiu rápido: controlou o incêndio na Área de Descarga de Insumos, sem perdas humanas, a maior preocupação, e logo depois instaurou sindicância para apurar as causas do incidente. Contratou o ex-ministro da Controladoria-Geral da União Valdir Simão para presidir e coordenar os trabalhos da sindicância.

Sistema S

Senadores da Comissão de Assuntos Econômicos reagem à ameaça do futuro ministro da Fazenda, Paulo Guedes, de “passar a faca” no Sistema S – que reúne organizações do sistema produtivo da indústria, comércio e transporte.

Preconceito

“Não foi feliz”, resume Armando Monteiro (PTB-PE). Paulo Rocha (PT-PA) diz que o Sistema S é primordial: “Isso não pode ser feito dessa forma preconceituosa, como ele se manifestou pelo menos no primeiro momento”.

Lula

A amigos que foram visitá-lo na prisão, em Curitiba, Lula comentou que tem chorado sozinho, com saudades de dona Marisa e da família. O ex-presidente também chorou quando soube da morte de Eunice Paiva.

Missa

O ex-presidente pediu a Fernando Haddad para representá-lo na missa de sétimo dia pela alma da viúva do ex-deputado Rubens Paiva, que será realizada nesta quarta-feira, 19, em São Paulo.

***Ação social

Autoridade de Governança do Legado Olímpico (AGLO) realizou ação social para 120 crianças da comunidade Asa Branca, na Zona Oeste do Rio. Dia foi de festa na Arena 2 do Parque Olímpico, com doação de presentes e aulão beneficente de judô, MMA, Wrestling, futevôlei e basquete.