ESPLANADA

Coluna Esplanada

30 de junho de 2022 às 08:10
Publicidade

O garanhão do chefe

Presidente da Caixa, Pedro Guimarães só sai do cargo se quiser – ou se o consórcio do Centrão tiver muita força para nomear um assaltante dos seus. Acusado de assédio sexual, segundo o portal “Metrópoles”, Guimarães é o tipo que Bolsonaro adora como subordinado: o machão galanteador. e é o espelho do chefe imediato Paulo Guedes (Economia), com a misoginia notória como críticas às feições da primeira-dama da França ou às domésticas. Quando saiu na mídia a citação de que Damares Alves tinha caso com um pastor casado – a ministra da Família dando esse exemplo. – o presidente a recebeu no gabinete e foi logo avisando ao garçom: Cuidado aí com a Damares que ela gosta de um carequinha hei… Em alusão à calvície ao suposto amante.

 

Blefe de Jefferson (Charge: Izânio Façanha)

Chefão do PTB, que ainda tem seu peso eleitoral, e ele sabe disso, Roberto Jefferson cansou de esperar respostas do governador Cláudio Castro (PL) para suas demandas. Jefferson faz uma jogada. Avisou que será candidato a Governador do Rio de Janeiro. É a última carta à mesa do Palácio Guanabara. E ainda investirá tudo na candidatura do falastrão Daniel Silveira ao Senado, e da esposa do deputado à Câmara.

Aprovou e foi rezar

A bancada pró-vida do Congresso está braba com a turma que para eles dormiu na pauta da Câmara, onde o projeto de lei passou e vai ao Senado. De autoria de Carmen Zanotto (PPS-SC), o texto altera a Lei 9.263 e permite a cirurgias como prática contraceptiva a partir dos 21 anos sem o consentimento do cônjuge. A deputada frequentou uma missa ontem, e a turma católica anti-aborto ficou pasma com a ousadia pela autoria do PL.

 

Offline

A deputada estadual do Rio de Janeiro Renata Souza (PSOL) está em apuros com o colega Rodrigo Amorim (PTB). Ela denunciou o parlamentar em vídeo (que depois apagou das redes sociais) por um suposto envio de e-mail com ameaças e racismo. Mas investigações da polícia e até dos ‘psolistas’ não comprovaram veracidade dos textos. O deputado avisou que vai processar a colega por calúnia. Amorim informou à Coluna que só ele e advogados têm acesso ao e-email, sem incidentes relatados até hoje.

 

Meu sobrenome é…

Passados 20 anos desde a publicação do Código Civil que permitiu aos noivos adotarem o sobrenome do outro, caiu mais de 24% o número de mulheres que passaram a incluir o sobrenome do marido no casamento. Em 2002, o percentual delas que incluíam o sobrenome representava 59,2% dos matrimônios. De 2002 a 2010 a média de mulheres que optaram por isso foi de 52,5% – e entre 2011 a 2020 o percentual caiu para 45%.

 

Sobre roupa$

As exportações do setor têxtil registraram US$ 396,3 milhões nos primeiros quatro meses de 2022, aumento de 29,61% em relação ao mesmo período de 2021, segundo a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção. O setor foi impulsionado pelo aumento das vendas a países vizinhos, como Argentina (+36,2%), Colômbia (+61,64%) e Peru (+56,8%). As importações cresceram 9,82% (US$ 1,89 bi).

 

ESPLANADEIRA

#  Casarão Brasil – Associação LGBTI foi declarada instituição de utilidade pública pela ALESP. # Levantamento da VarejOnline aponta que varejo físico em 2022 teve vendas 47% maiores do que em 2021 no Dia dos Namorados. # Tispace oferece aos jogadores oportunidade de ganhar dinheiro enquanto se divertem. # Lecadô inaugura novas unidades nos shoppings Boulevard Rio, Smart Campo Grande e Recreio (Rio). # Acontece hoje debate: “Diálogo ABRIG – ESG no Brasil e Tendências Globais na Esteira dos Acontecimentos Geopolíticos”, em Brasília.

 

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE