O torcedor do Cascavel Futsal terá que ficar mais um período sem o pastel do Barba. A expectativa de liberação do acesso do público no Ginásio da Neva acabou frustrada na tarde dessa sexta, véspera da partida, após uma cobrança feita pelo secretário estadual da Saúde, Beto Preto, aos dirigentes da saúde local.

O resultado é que o torcedor não poderá ver o jogo de perto.

A medida pode ser considerada sensata em épocas de pandemia, mas se mostra controversa quando vemos centenas de pessoas em filas de banco, supermercados, transporte coletivo e, até, em laboratórios e unidades de saúde aguardando exame, aglomeradas em espaços pouco ventilados.

Sucumbe o decreto municipal frente a um telefonema de um ente estatal. Enfim, são as regras, ou acordos, e devemos respeitá-los.

Vale lembrar que a Liga Futsal adotou protocolo rígido. Chegou a cancelar jogos em três estados, mas esta semana já amainou as cobranças. Tanto que o adversário de hoje do Cascavel Futsal jogou na noite de quinta contra um time que saiu lá da serra gaúcha para a partida.

Será um bom jogo, tenho a certeza. Dois técnicos e duas equipes acostumados a buscar a bola e a propor o jogo.

Ao torcedor, desejo que tenha um sofá confortável e assista à partida pelo canal do Cascavel Futsal no Youtube.

Batida de pé

Ao que tudo indica, valeu a batida de pé do atacante Carlos Henrique de não querer sair do Londrina, na Série C, para disputar a Série D pelo FCC, na troca pelo meia Adenílson. Pela primeira vez, em 2020, o jogador está relacionado pelo técnico Alemão para uma partida. A estreia na temporada será neste domingo, às 16h, no jogo contra o Boa Esporte, no Estádio do Café. Boa sorte!

Limite

Ao que tudo indica, quatro jogos sem vitória é o limite da corda para os técnicos que assumem o comando do Athletico. Assim como aconteceu com Fernando Diniz em 2018, Dorival Junior foi demitido ontem, mesmo com a conquista do título estadual. Foram 18 jogos no comando, com 9 vitórias e 6 derrotas. Um trio de auxiliares e técnicos da base comanda o time nos próximos jogos. Curiosamente, ele é o quarto técnico desempregado neste Brasileirão.

Apertou

O caixa no Coritiba ficou ainda mais apertado. Com sérios problemas administrativos, o clube resolveu devolver vários jogadores que estavam emprestados de outros clubes e tinham salários considerados altos. A barca vai ser grande. Mas, ontem mesmo, já estavam falando em contratar.

Donativos

Uma ação global vai movimentar atletas do mundo todo para angariar donativos para instituições. Em Marechal Cândido Rondon, duas atletas da Acorrerondon vão correr por seis horas seguidas em prol da Apae. Enquanto elas correm, a população pode passar pelo local e entregar as doações de alimentos, material de higiene e limpeza e roupas.

Despedida?

Recuperado de uma lesão no joelho e já de volta aos treinos, o lutador paranaense Anderson Silva, ao que tudo indica, está se caminhando para a última luta em sua carreira no MMA, que está marcada para o dia 31 de outubro, contra Uriah Hall. Após Dana White, presidente do Ultimate, afirmar que o combate em questão deveria marcar a despedida do “Spider”, agora foi a vez de o próprio lutador, atualmente com 45 anos, confirmar a versão.

Retorno

Principal revelação do tênis brasileiro, o paranaense Thiago Wild, 20, volta ao circuito mundial esperando retomar o caminho de ascensão que trilhava antes da paralisação dos torneios pela pandemia de covid-19. A partir de segunda-feira (31), no US Open, em Nova York, o jovem fará sua estreia na chave principal de um Grand Slam, contra o britânico Daniel Evans, número 28 do ranking. Wild é o 113º.