Londrinenses faturam as 500 Milhas em casa

Correndo em casa, o trio formado por Aloysio Moreira, Osvaldo Ferreira e Bley Júnior venceu a 27ª edição das 500 Milhas de Londrina, disputada sábado no Autódromo Internacional Ayrton Senna. Eles cruzaram a linha de chegada na primeira colocação após sete horas de corrida, exigindo resistência de máquinas e pilotos.

A prova começou com supremacia do protótipo Predador da dupla Jair e Duda Bana, vencedora da última edição e pole position da prova em 2018. Porém, o carro sofreu diversos problemas durante toda a corrida, sendo obrigado e entrar no boxe algumas vezes. Em quarto lugar na geral, o time vinha realizando uma prova de recuperação visando à parte final da corrida até sofrer quebra de motor no giro de número 151 e abandonando de vez a prova e a chance de Jair alcançar o pentacampeonato das 500 Milhas de Londrina.

Aloysio Moreira e Osvaldo Ferreira chegaram à terceira vitória na prova (2013, 2014 e 2018) e Luiz Bley se tornou bicampeão (1993 e 2018): “É uma emoção muito grande (conquistar a vitória mais uma vez). Acreditamos desde o começo e as coisas foram acontecendo. Quando tem que ser, é”, disse Aloysio Moreira. “O pé quente é mesmo o Osvaldo, pois desde 2015 ele não corre, voltando este ano e vencendo novamente”, finalizou Moreira, explicando sobre o companheiro que desde 2015 estava afastado da prova por problemas de saúde.

Resultado final da 27ª 500 Milhas de Londrina

1º) 38-A. Moreira/Bley Jr/O. Ferreira (C) – 262 voltas em 7h0034s17

2º) 77-Juarez/Esdras/Edras Soares (B), a 6 voltas

3º) 76-José Neto/M. Karam/B. Borghesi (C/A), a 8 voltas

4º) 226-L. Borghesi/M. Marcondes/C. Leoni (C), a 11 voltas

5º) 73-A. Cignetti/L. Abbade (C), a 19 voltas

6º) 30-Rodney Grandizoli/Algacir Sermann (F), a 38 voltas

7º) 78-V. Penques/A. Cardoso/S. Martinez (C), a 38 voltas

8º) 83-E. Costa/Henrique/Gustavo Moreira (G), a 52 voltas

9º) 107-João Weiller/José Carvalho (E/D), a 56 voltas

10º) 35-Jair/Duda Bana (A), a 111 voltas

11º) 14-Jr Victorette/M. Abreu/M. Karam (E/B), a 118 voltas

12º) 40-Diego/André/Admir Pardo (D), a 122 voltas

13º) 75-M. Romero/R. Garcia/W. Berleglieri (G), a 146 voltas

14º) 74-E. Silva/W. Carvalho/M. Alfredo (C), a 174 voltas

15º) 25-Ney Faustini/Edras Soares (A), a 234 voltas

16º) 79-Leandro/Gabriela Totti/J. Macedo (C), a 246 voltas

Melhor volta: Jair / Duda Bana na 6ª volta, em 1m14s503 (média de 114,190km/h)


Rubens Gatti

Rubens Gatti dará uma trégua nos seus afazeres como presidente da FPrA (Federação Paranaense de Automobilismo) para comemorar hoje com a família em Rolândia seu aniversário. Mas na madrugada de amanhã já retoma as atividades, quando irá ao Rio de Janeiro para a Assembleia da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo).


Velocidade na Terra

A dupla Juca Lisboa/Stive Tokarski venceu o 1º Festival de Endurance de Velocidade na Terra, disputado domingo no Autódromo de São José dos Pinhais. Ela ganhou na classificação geral e na categoria Marcas. Na categoria Turismo, o primeiro lugar ficou com Seabra Nicolas/Cristiano. Nas categorias Velocidade na Terra, as vitórias foram de Brendon Zonta Gabardo na Chevette “A”, Edson Pilatti na Chevette “B”, José Carlos Franzoi na Turismo 5000, Nikolas Cavalli na Fusca, Alisson Marçal na Super Fórmula, Edson Luiz Pedro na Mini Fórmula “A”, e Carlos Sestem na Mini Fórmula “B”.


Curitiba

O Autódromo Internacional de Curitiba será palco no próximo domingo das decisões da Copa Truck e do Mercedes-Benz Challenge.


Hamilton fecha temporada com vitória

O inglês Lewis Hamilton, atual campeão da temporada e pentacampeão da Fórmula 1, fechou a temporada com vitória no GP da Abu Dhabi, disputado domingo. O segundo colocado foi o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, e o terceiro, Max Verstappen, da Red Bull. Com a vitória em Abu Dhabi, o piloto da Mercedes somou 408 pontos na temporada. A Ferrari teve que se contentar com o segundo e o terceiro lugar. Vettel, o vice-campeão, ficou com 320; e Kimi Raikkonenm em terceiro, com 251. Com o terceiro lugar de domingo, Verstappen roubou o quarto também da Valtteri Bottas, da Mercedes, ao somar 249 pontos, dois a mais do que o piloto da Mercedes.