(Foto: crédito/assessoria)

 

Mais Cidades

O chefe da Casa Civil, Guto Silva, reiterou que o Governo do Estado manterá o compromisso de investimentos nos municípios. Guto destacou que as prefeituras devem acelerar a elaboração de projetos para terem acesso aos convênios do programa Paraná Mais Cidades, que deve destinar R$ 500 milhões para ações em diversas áreas dos 399 municípios paranaenses. Os recursos são do Tesouro Estadual e da sobra orçamentária da Assembleia Legislativa do Paraná.

 

Novo aumento

O preço do gás de cozinha deve subir novamente ainda no início de setembro. O aumento vai variar entre as revendedoras, podendo ser de até 7%. O aumento no preço do gás de cozinha é motivado pelo reajuste anual nos salários da companhia de gás. Nos últimos doze meses o gás de cozinha acumulou aumento de mais de 30%.

 

Saldo positivo

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) fechou o período com saldo positivo de R$ 130,495 milhões nos estados da região Sul. No Paraná, o volume total de crédito aprovado nos primeiros seis meses de 2021 para empreendedores clientes alcançou R$ 1,012 bilhão. Do montante contratado pelo BRDE no semestre, nos três estados, 44% foram por meio da agência do Paraná.

 

Privatização

O senador Oriovisto Guimarães (Podemos) afirma que é favorável à privatização dos Correios, que foi aprovada na Câmara e chega para ser discutida no Senado. “Sou favorável, acho que não é um serviço essencial. Veja, tenho uma concepção muito clara de governo. O governo tem que ser para fazer uma boa educação, boa saúde, boa segurança”, disse. O projeto de privatização dos Correios será votado no Senado neste mês de setembro.

 

Reforma administrativa

Os comandos da Câmara do do Senado negociam nos bastidores um acordo para aprovar a reforma administrativa – que propõe novas regras para contratar, promover e demitir servidores públicos, ainda esse ano. A proposta tem como objetivo alterar as regras para os futuros servidores dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário da União, Estados e municípios. As mudanças propostas pelo governo não atingem os atuais servidores e mesmo aqueles que entrarem no serviço público antes da aprovação da reforma. Também não altera a estabilidade nem os vencimentos desses servidores.

 

Combate à desinformação

Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, instituiu o Programa de Combate à Desinformação (PCD) no âmbito do STF. Segundo Fux, o PCD tem a finalidade de enfrentar os efeitos negativos provocados pela desinformação e pelas narrativas odiosas à imagem e à credibilidade da instituição, de seus membros e do Poder Judiciário. “A desinformação mina a confiança nas instituições e prejudica a democracia” ao comprometer a capacidade dos cidadãos de tomarem decisões bem informadas”, disse.