“Dia D”

O governador Ratinho Júnior (PSD) declarou aberta a campanha de vacinação contra o coronavírus no Estado do Paraná. A informação foi confirmada pelo governador após o encontro com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em São Paulo. A expectativa é de começar a imunização em 126 mil pessoas. “A partir de hoje, escreveremos um novo futuro”.

 

Eleição AMP

O prefeito de Santa Cecília do Pavão, Edimar Santos, do PTB, vai lançar nos próximos dias sua candidatura à presidência da AMP (Associação dos Municípios do Paraná). Edimar foi vereador por duas vezes, reeleito ao quarto mandato à frente do executivo de Santa Cecília do Pavão e eleito presidente do Cisnop (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Norte do Paraná).

 

Eleição AMP II

Fundada em 20 de agosto de 1964, a Associação dos Municípios do Paraná congrega os 399 municípios do Estado, é filiada à CNM (Confederação Nacional dos Municípios) e lidera o movimento municipalista estadual. A eleição da AMP, pelo seu estatuto, está marcada para abril, mas pode ser antecipada porque o atual presidente, Darlan Scalco, não é mais prefeito de Pérola.

 

Eleição da Câmara

Subiu para nove o número de candidatos à presidência da Câmara dos Deputados. O deputado federal General Peternelli (PSL-SP) é o nono a anunciar que vai concorrer ao cargo. “O motivo principal é propiciar a participação de todos os deputados e da população na elaboração da pauta dos projetos que serão analisados nas sessões legislativas”, destacou. A eleição está marcada para o dia 1º de fevereiro e será presencial.

 

Recorde de ausência

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2020, ocorrido domingo (17), teve taxa recorde de ausência entre todas as edições da avaliação, de 51,5%. O chefe do MEC, Milton Ribeiro, atribui o não comparecimento ao medo da contaminação pelo novo coronavírus e também a um trabalho da “mídia” contra o exame que é a porta de entrada para o ensino superior no Brasil.

 

Convencer Jair

Com a aprovação da Anvisa para uso emergencial de duas vacinas contra a covid-19, ministros militares do governo querem convencer Jair Bolsonaro a se imunizar diante das câmeras. Entre os envolvidos nessa missão estão os generais da reserva Braga Netto, chefe da Casa Civil, e Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo.

 

Uso aprovado!

Após a aprovação para uso emergencial dada pela Anvisa, Eduardo Pazuello prometeu que as 2 milhões de unidades do imunizante de Oxford que seriam exportadas da Índia serão buscadas esta semana. O país asiático iniciou a campanha de vacinação nacional no fim de semana, o que pode facilitar a exportação, segundo o ministro. Já em relação à produção nacional do fármaco, o problema está na importação de insumos da China.

 

Nova autorização

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, solicitou uma nova autorização de uso emergencial para 4 milhões de doses da CoronaVac produzidas no País. O novo pedido é necessário porque a autorização já concedida diz respeito às cerca de seis milhões de unidades importadas da China e que foram entregues ao governo federal. Até abril, o Butantan deve fornecer 46 milhões de doses de seu imunizante.

 

Mutações

Depois do Reino Unido, a Itália anunciou no fim de semana a suspensão de todos os voos vindos do Brasil, devido à identificação de uma nova variante do coronavírus em Manaus. O Ministério da Saúde italiano também proibiu a entrada de qualquer pessoa que tenha estado no Brasil nos 14 dias anteriores. Cientistas já listaram cerca de 800 mutações do vírus no mundo, mas apenas três preocupam: a do Reino Unido, da África do Sul e do Brasil.