Boa Vista da Aparecida – A Câmara Municipal de Boa Vista da Aparecida não descarta a abertura de um processo de investigação contra o prefeito Leonir Antunes dos Santos (PL), que foi detido novamente com galos de rinha no porta-malas de um carro enquanto retornava de uma viagem do Rio Grande do Sul.

Essa é a segunda vez neste ano que o prefeito Leonir é flagrado transportando galos de rinha. Na primeira vez, a Câmara de Boa Vista chegou a votar a abertura de um processo de investigação contra o prefeito, contudo, como a maioria dos votos foi contra, arquivou o processo. De acordo com o presidente da Câmara de Boa Vista, Renato Chernhak (PDT), dessa vez o Legislativo Municipal não será negligente. “É um momento totalmente diferente daquele. A gente espera nesse momento por parte dos vereadores, uma posição, uma postura. A Câmara não será negligente, a população espera uma resposta dos vereadores”, afirma.

Contudo, o parlamentar informa que para que a Câmara tome alguma media é necessário ser provocada por meio de uma denúncia formal, que pode ser feita pelos próprios vereadores ou por qualquer entidade ou cidadão do Município. Após formalizada a denuncia, é criada uma Comissão Especial de Inquérito, que irá apurar os fatos contra o prefeito Leonir dos Santos e que poderá, ao final do processo culminar com a cassação do alcaide de Boa Vista da Aparecida.

De acordo com Chernhak, a mesa diretora da Casa Legislativa já está em contato com o jurídico e aguarda um posicionamento sobre a situação. “A gente está conversando muito com o jurídico da casa, conversando com os vereadores individualmente para que a gente possa decidir se a abertura da CEI se dá por iniciativa da Câmara ou não.”

Leonir dos Santos ainda é alvo de uma investigação do Ministério Público do Paraná, que apura se houve ato de improbidade no caso.

O prefeito Leonir foi procurado pela reportagem do Jornal O Paraná, contudo preferiu não se manifestar sobre a situação.

A prefeitura de Boa Vista emitiu uma nota informando que “A municipalidade não foi notificada oficialmente a respeito de qualquer circunstância, e considerando as informações prévias vinculadas nas próprias notícias, de que não houve envolvimento de bens públicos, gastos com dinheiro público ou qualquer dano ao erário. Reserva-se ao direito de não se manifestar a respeito ou de efetuar qualquer Juízo de valor nos assuntos pessoais e particulares do Prefeito Municipal, uma vez que não envolvem o cargo público ou a Administração pública”.

Reincidência

Essa é a segunda vez neste ano que o prefeito Leonir é flagrado transportando galos de rinha. Na primeira vez, Leonir realizava o transporte dos animais em um veículo oficial do Município. Na ocasião, seis galos de rinha foram encontrados no porta-malas do carro após ele ser parado pela Polícia Rodoviária Federal na BR-386, no Rio Grande do Sul, em fevereiro, durante o Carnaval.

Leia também: