Cascavel – A explosão dos casos positivos de covid-19 em jogadores das equipes que disputam o Campeonato Brasileiro de futebol não foi capaz de fazer a entidade que comanda a competição rever seu posicionamento quanto à realização dos jogos.

Um levantamento feito pelo site globoEsporte.com aponta que pelo menos 150 jogadores já foram contaminados. O caso mais grave ocorreu no último domingo com o elenco do Goiás e a partida foi adiada.

Até mesmo nos clubes que adotaram o isolamento de seus jogadores, os casos seguem aparecendo e colocam em risco a realização das partidas.

Vale lembrar que o Campeonato Brasileiro começou no último fim de semana, com a transmissão do novo coronavírus ainda acelerada no Brasil, ao contrário das principais ligas da Europa, que esperaram a redução das mortes para que a bola pudesse voltar a rolar, e também apresentam jogadores com testes positivos.

Mudança

O novo protocolo da CBF ampliou o número de testes a serem feitos nos clubes. Com a mudança, todos os jogadores inscritos na competição terão que ser testados a cada rodada, com 72 horas de antecedência de cada partida. Até mesmo os que não serão relacionados para os jogos.

Outra mudança é que os resultados deverão ser enviados à CBF até 24 horas antes da partida pelo clube mandante, e até 12 horas antes da viagem pelo clube visitante.

Além disso, a entidade também deixou a cargo dos clubes a opção de realizar os testes no Hospital Albert Einstein ou em laboratórios locais.