Vindo de vitória por 2 a 0 sobre os Estados Unidos, na última sexta-feira, na partida que marcou o primeiro jogo depois da Copa 2018 e no qual contou com 10 titulares que estiveram na Rússia, o Brasil enfrenta El Salvador nesta terça-feira com novidades na formação. A partida, em caráter amistoso, está marcada para as 21h30 (de Brasília), em Washington (EUA).

Na última sexta-feira, a seleção brasileira garantiu a vitória com gols marcados no primeiro tempo, por Roberto Firmino e Neymar, esse último, cobrando pênalti.

Para o jogo desta noite, na casa do Washington Redskins, uma das mais tradicionais equipes da NFL, a liga estadunidense de futebol americano, o técnico Tite já anunciou que promoverá mudanças no time titular, apesar de ter formado com os titulares nos treinos.

Contra os Estados Unidos, o treinador utilizou o zagueiro Dedé, o volante Arthur, e os atacantes Lucas Paquetá, Richarlison e Éverton, mas todos entrando no decorrer da partida.

Desta vez, alguns deles devem começar entre o 11 inicial. Já os goleiros Neto (Valencia-ESP) e Hugo (Flamengo), os laterais Alex Sandro (Juventus-ITA) e Eder Militão (Porto-POR), o zagueiro Felipe (Porto-POR) e o volante Andreas Pereira (Manchester United-ING) vivem a expectativa de vestir a Amarelinha.

El Salvador

A seleção de El Salvador, comandada pelo técnico mexicano Carlos de los Cobos, conta com 17 dos 23 jogadores atuando em clubes locais. Apenas o atacante Denis Pineda (Santa Clara-POR), os meias Arturo Álvarez (Houston Dynamo-EUA), Andrés Flores (Portland Timbers-EUA), Joaquín Rivas (Tulsa Roughnecks-EUA) e Jaime Alas (Municipal-GUA), e o zagueiro Roberto Domínguez (Vancouver Whitecaps-CAN) são os “estrangeiros” do time.