Toledo – Uma das metas do Governo Beto Lunitti é colocar o Hospital Regional de Toledo em funcionamento. Desde que assumiu a Prefeitura em janeiro de 2021, o gestor já desatou alguns nós que estavam travando o andamento das obras. Atualmente, a reforma do Hospital Regional de Toledo já avança para mais de 80% de execução.

Em março deste ano, o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto esteve em Toledo, visitou as obras e havia dado a previsão de que as obras fossem concluídas até o fim do ano e iniciasse 2022 prestando atendimento ao público. Contudo, o prefeito Lunitti ainda não fala em datas para abertura e funcionamento da unidade.

De acordo com Lunitti, a Prefeitura trabalha em três frentes diferentes para que o hospital seja entregue e entre em funcionamento o quanto antes: obras, equipamentos e gestão. Na parte de obras que é dividida em duas frentes, adaptação estrutural e execução do sistema de ar condicionado, que é a execução dos serviços estruturais em si, Lunitti avalia que o ritmo dos serviços se intensificou nos últimos dias e seguem dentro do cronograma definido.

Outra frente trabalhada é dos equipamentos. Com a chegada da pandemia da Covi-19, o Hospital Regional emprestou seus equipamentos para outros hospitais da região. Agora, de acordo com Beto, os equipamentos estão sendo requisitados novamente. Segundo ele, caso não seja possível a devolução, a Sesa (Secretaria de Saúde do Paraná) garantiu que fará a reposição. Além disso, as equipes da Secretaria Municipal de Saúde realizam um levantamento de outros equipamentos que são necessários para atender a população e precisam ser adquiridos.

A última frente de trabalho é a de gestão, setor esse que já deu muita dor de cabeça para o prefeito de Toledo. Após a Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares) se negar a realizar a gestão do hospital, o Município abriu um chamamento público para qualificar Organizações Sociais da área da Saúde para realizar a gestão administrativa. De acordo com Lunitti, o processo de chamamento está em andamento, agora, a Prefeitura está elaborando o edital de metas a serem cumpridas pelas OSs que se qualificaram.

O prefeito informou que se reúne com responsáveis pela obra todas as sextas-feiras para tratar do assunto do hospital.