Oficiais de Justiça fizeram uma busca e apreensão de materiais públicos na manhã de hoje na casa do vereador Albino Corazza Neto, em Toledo. São mais de R$ 40 mil em caixas, tambores e sacolas oriundos de um repasse do Fundo Municipal de Meio Ambiente feito em 2015, quando Corazza não era vereador e representava a comunidade beneficiada por um projeto ambiental. Ele recebeu os materiais, não os utilizou e não os devolveu à administração municipal.
A divergência é resultado inclusive de uma ação de reintegração de posse de um barracão usado pela família do vereador para recolhimento de recicláveis de empresas geradoras de resíduos – devolvida ao poder público desde junho. A Justiça havia determinado que o parlamentar entregasse também os materiais repassados pelo Fundo, mas a ordem foi ignorada o que levou a busca e apreensão.
Estamos tentando contato com o vereador. A reportagem completa na edição deste sábado do Jornal O Paraná.