POLÍTICA

Audiência pública na Assembleia Legislativa destaca geração de emprego em Cascavel durante a pandemia

26 de maio de 2022 às 15:30
Publicidade

Por ter se destacado como o Município que mais criou emprego de janeiro de 2020 a março de 2022, quando se se levam em consideração o saldo per capita , Cascavel foi convidada para participar da Audiência Pública “Mapa do Emprego no Paraná: Os Efeitos da Pandemia”, iniciativa do deputado estadual Homero Marchese (Republicanos) e realizada pela Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

 

Segundo os números apresentados na audiência, no saldo per capita, Cascavel liderou a geração de emprego com folga no período, com 812,55 novas vagas por mil habitantes entre janeiro de 2020 a março de 2022. A indústria de alimentou puxou a geração de empregos no município. Foram gerados 2.228 postos de trabalho no abate e fabricação de produtos de carne.

 

Participaram da audiência a secretária de Desenvolvimento Econômico, Hivonete Piccoli, e o presidente da Fundetec, Alcione Gomes.

 

Alcione, que no início da pandemia ocupava interinamente a função de secretário de Desenvolvimento Econômico, destacou o Programa de Retomada Econômica que, de forma preventiva, foi criado logo no início da pandemia, quando ainda havia uma crise de informação sobre como proceder, já que ninguém tinha uma receita pronta para enfrentar a pandemia.

 

“Foi um processo criado para apoiar as empresas, evitar o fechamento delas e minimizar os impactos na economia de Cascavel”, ressaltou Alcione.

 

Logo no início da pandemia, ainda em março de 2020, por determinação do prefeito Leonaldo Paranhos, Cascavel criou o Comitê de Apoio e Defesa à Empresa e ao Emprego (CADEE), que reuniu integrantes do poder público e de entidades representativas, como associações e sindicatos. O comitê teve apoio do Sebrae e discutiu as ferramentas que seriam usadas para preservar empresas e empregos.

 

Além disso, foram adotadas medidas como isenções, redução de alíquotas de tributos, criação de programas para fomentar a manutenção e criação de empregos, como o Banco da Mulher, que empresa recursos com juros subsidiados pelo Município.

 

Hivonete Piccoli, destacou a participação de conselhos como o de Desenvolvimento Econômico e o de Turismo nas discussões e formulações de propostas que, além de minimizar os impactos da pandemia, também contribuem para a continuidade na geração de empregos. “São ações que possibilitam, de fato, a continuidade desses números”, diz.

 

O  gabinete do deputado Homero Marchese criou uma ferramenta denominada de Mapa do Emprego, que  se propõe a entender o comportamento do emprego no Paraná desde 2020. A ferramenta permite visualizar a geração de vagas por municípios, o mapa de calor por região, os setores da economia mais contribuíram com postos de trabalho, a idade dos admitidos e média salarial dos mesmos.

 

“Com esse Mapa conseguimos visualizar o comportamento da economia paranaense cidade a cidade, trazendo um subsídio importante para a formulação de políticas públicas que incentivem a criação de empregos, especialmente nas áreas mais carentes do Paraná”, diz o  parlamentar.

Secom

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE