Após demissão na PF, Sergio Moro fará pronunciamento às 11h desta sexta

A expectativa é de que o ex-juiz da Lava Jato deixe o Governo Bolsonaro

Após a publicação da exoneração de Maurício Valeixo do comando da Polícia Federal, em edição extra do Diário Oficial da União na madrugada desta sexta-feira, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, anunciou que fará um pronunciamento às 11h, no auditório do ministério, em Brasília. A expectativa é de que ele anuncie sua saída do Governo Bolsonaro.

Quando usar máscara de pano

Valeixo é homem de confiança de Moro e foi escolha pessoal do ministro. No ano passado Moro já precisou intervir e ameaçou deixar o governo ante à intenção do presidente de substituí-lo. Os ânimos se acalmaram e Valeixo ficou no cargo. Ele foi superintendente da PF no Paraná quando o ministro era o responsável pelos processos da operação Lava Jato em primeira instância em Curitiba.

As especulações são de que Valeixo havia pedido a Moro para sair da PF no início do ano. Inclusive, o decreto consta que a exoneração foi “a pedido”. A divergência estaria em quem assumiria o cargo. Os nomes sugeridos por Bolsonaro não agradam Moro, e Moro estaria sem “autoridade” para indicar o substituto.

Mosquito da dengue nas áreas externas


Fale com a Redação

2 × 3 =