Pela primeira vez em 28 anos de história, as 500 Milhas de Londrina ficam uma temporada sem o ronco dos motores. A 29ª edição da competição, marcada para 21 de novembro, será adiada. O comunicado foi feito ontem por Beto Borghesi, um dos promotores da tradicional corrida.

Segundo Beto Borghesi, o adiamento da corrida para o início do próximo ano foi necessário em função do acúmulo de provas neste fim de ano. “Nossa corrida estava marcada desde o ano passado, mas, em função da pandemia, muitas outras competições foram marcadas para novembro e dezembro, algumas na mesma data das 500 Milhas de Londrina. O Brasileiro de Endurance tem uma etapa decisiva uma semana depois. Assim, ficaria inviável para muitas equipes e pilotos competirem em Londrina e uma semana depois terem uma etapa do Brasileiro. Conversamos com muitos pilotos e optamos por adiar a prova”, acentua Beto Borghesi.

Aloysio Moreyra, que promove as 500 Milhas de Londrina junto com Beto Borghesi desde a primeira etapa, adianta que em 2021 serão duas edições da prova. A 29ª edição será no início da temporada 2021, em data a ser escolhida e que não coincida com provas nacionais, e a 30ª edição já fica marcada para o último sábado de novembro. “Colocamo-nos à disposição dos pilotos para mais esclarecimentos e garantimos que as 500 Milhas de Londrina estarão no calendário de 2021”, frisa Aloysio Moreyra.

Campeonato Paulista

O Campeonato Paulista de Automobilismo prossegue no fim de semana com a disputa da quarta etapa da temporada 2020. A programação começa hoje, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Também fará parte da programação a terceira etapa do Mercedes-Benz Challenge.