A partir de segunda-feira, vacinas contra o sarampo já estão disponíveis nos postos de Marechal

O foco são pessoas entre 05 a 59 anos

Entre os dias 10 de fevereiro e 13 de março será realizada a campanha de vacinação contra o sarampo. Atualmente, no Paraná, há 2.579 casos notificados. Destes 787 foram confirmados, outros 1388 estão sob investigação, 404 foram descartados e nenhum óbito foi registrado.

O Dia D de vacinação em todo o país ocorre no próximo dia 15 de fevereiro e em Marechal Rondon não será diferente. As vacinas estarão disponíveis em todas as unidades de saúde da sede do município e nos distritos de Porto Mendes e Margarida, das 8h às 17h, não fechado para almoço. Nos locais que não possuem a vacina, a coordenadora da Atenção Primária, Raquel Rech, orienta o morador ir na unidade de saúde mais próxima, munido da carteira de vacinação, CPF e cartão do SUS.

Vale lembrar, que há recomendações importantes às gestantes, que não podem tomar a vacina durante a gestação, mas que precisam se proteger antes de engravidarem. “Caso a mulher esteja grávida ao tomar a vacina, a recomendação é que seja feito acompanhamento. O público de 20 a 29 anos comporta um grande número de mulheres em idade fértil e é importante que se vacinem, caso não estejam grávidas”, afirma Marciane.

O foco são pessoas entre 05 a 59 anos. Na faixa etária de 5 a 19 anos e de 30 a 59 anos de idade, a vacinação contra o sarampo deverá acontecer de forma seletiva, ou seja, de acordo com o histórico vacinal. Para o grupo da faixa etária de 20 a 29 anos de idade, a vacinação deverá ocorrer de forma indiscriminada, ou seja, vacinar independente do histórico vacinal, os indivíduos elegíveis para vacinação.

A DOENÇA

O sarampo é uma doença grave e altamente contagiosa causada por um vírus. Normalmente é transmitido por meio de contato direto e pelo ar. O vírus infecta o trato respiratório e se espalha por todo o corpo. Para evitar a doença, a imunização é muito importante.

As atividades de imunização tiveram um grande impacto na redução das mortes por sarampo. De 2000 a 2017, a vacinação evitou aproximadamente 21,1 milhões de mortes. O número de óbitos pela doença no mundo caiu 80% no período, passando de 545 mil no ano 2000 para 110 mil em 2017.

 

 



Fale com a Redação

1 + 10 =