Cascavel – O Território EfiCiência, programa que engloba uma série de ações que balizam um amplo estudo científico sobre o comportamento do vírus Sars-Cov-2 em Cascavel, entra na segunda semana com novas atividades envolvendo diversas secretarias e entidades parceiras no Conjunto Riviera, na zona norte da cidade.

A segunda-feira (19) será marcada pelo retorno experimental das aulas presenciais na rede municipal. Um primeiro grupo de alunos das turmas de 4º e 5º anos da Escola Professora Maria Aparecida Fagnini Soares e dos Cmeis Leonides Ezure e Felisbina Bittencourt retorna às salas. O sistema será híbrido, para comportar o limite de 30% da capacidade das turmas.

O projeto-piloto do Território EfiCiência foi implantado no Conjunto Riviera, onde moram aproximadamente 10 mil pessoas. Nessa primeira semana, 520 professores e alunos foram submetidos a testes de covid-19. Desse total, três professores testaram positivos para a doença.

Para o retorno das aulas, as escolas passaram por um processo de sanitização, por três vezes, durante a semana. Além das instituições de ensino, foram sanitizados o salão comunitário, unidade de saúde, Cras e as ruas do conjunto habitacional.

Também na próxima semana terá início a testagem em massa da população. A meta é fazer 8 mil testes apenas no Riviera.

 

Pesquisa

A partir de terça-feira (20), agentes de endemias, com apoio de militares do Exército, realizam um trabalho de pesquisa nas residências. O objetivo é traçar um perfil dos moradores em relação à covid-19. Além de orientação, os moradores responderão a questionário e receberão um panfleto com orientação.