Os vereadores de São Miguel do Iguaçu aprovaram em Sessão Ordinária realizada na tarde dessa terça-feira (13), a abertura de uma Comissão Processante que pode culminar com a cassação do mandado do prefeito licenciado, Claudio Dutra.

O pedido de cassação foi protocolado na Casa de Leis por Volmer Roberto Tschinkel, morador do município, por conta da operação ‘Apocalipse’, que denunciou a presença de uma suposta organização criminosa instalada na prefeitura e, que inclusive, cumpriu mais um mandado de prisão preventiva contra Claudio Dutra.

Com a aprovação de maneira unânime, foi realizado o sorteio para definir os integrantes da comissão, sendo sorteados e definidos como:

Presidente: Lafaiete Ganda Meira

Relator: Eliseu Marciano Presa

Membro: Alfredo Junior Mendes

A Comissão teria regimentalmente até 90 dias para concluir o trabalho de investigação, ouvindo também a defesa, e apresentar um parecer pedindo ou não a cassação, mas com o fim do mandato neste ano, o prazo encerra no dia 31 de dezembro

A conclusão dos trabalhos será votada em nova Sessão e definir pela cassação ou não.

Fonte: Costa Oeste News

Leia também: