Cascavel – Um grupo de venezuelanos desembarcou no Aeroporto de Cascavel na tarde dessa terça-feira (18). Eles vieram de Pacaraima, em Roraima, e foram recepcionados por militares da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada, que os levou de ônibus até Tupãssi, onde contam com o auxílio de um empresário para trabalhar e recomeçar a vida.

São nove adultos e 14 crianças. A ação faz parte da Operação Acolhida, que está inserindo imigrantes que entram pela fronteira da Venezuela com Roraima no interior do Brasil.

As famílias tiveram a viagem paga pelo empresário Fernando Jarbas Bergo. “Nossa empresa atua no ramo de pallets há 12 anos na região. Já trouxemos duas famílias que estão trabalhando conosco desde novembro e agora são mais quatro famílias que também receberão emprego. Pela experiência das duas famílias, posso dizer que eles vêm com garra para trabalhar. E já que eles têm vontade de trabalhar, a gente ajuda oferecendo o trabalho e uma vida digna para eles”.

A primeira família chegou em um avião comercial por volta das 15h. São cinco filhos e o pai, David. Ele contou que não sabiam para onde seriam levados, mas que está esperançoso com a nova vida. “Deus providenciou tudo e estamos aqui na misericórdia d’Ele e com a ajuda do senhor Fernando, que nos escolheu para trabalhar. Queremos recomeçar nossa vida. Dar um futuro melhor para os nossos filhos e ser feliz”.

As outras três famílias chegaram em outro voo por volta das 16h.